0

Mês de nascimento pode indicar risco de determinadas doenças

Pessoas nascidas na primavera nos Estados Unidos têm menor risco de doenças que as nascidas no outono

10 jun 2015
15h58
atualizado às 16h01
  • separator
  • 0
  • comentários

O mês de aniversário pode dizer muito sobre a saúde, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, publicada no Journal of American Medical Informatics Association. Pessoas nascidas na primavera nos EUA (outono do Brasil) têm menor risco de doença, enquanto as nascidas no outono dos EUA (primavera no Brasil) têm maior risco. Os dados são do site da universidade.

Foto: iStock

Os cientistas analisaram 1.688 patologias e a data de nascimento e histórico médico de 1,7 milhão de pacientes atendidos no Hospital Presbiteriano de Nova York entre 1985 e 2013. Confirmou-se que 55 delas têm ligação com o momento do nascimento.

O risco de asma, por exemplo, é maior para pessoas que nascem durante o verão e outono no país (inverno e primavera no Brasil). Um estudo dinamarquês sobre a doença também descobriu pico de risco no mesmo período.

Siga Terra Estilo no Twitter

No caso do TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), cerca de uma em 675 ocorrências  é relacionada ao nascimento em novembro em Nova York, durante o outono nos EUA (primavera no Brasil). Os pesquisadores também descobriram uma associação entre mês de nascimento e nove tipos de doenças cardíacas, com pessoas nascidas no inverno enfrentando o maior risco para fibrilação atrial, insuficiência cardíaca congestiva e distúrbio da válvula mitral.

“É importante não ficar excessivamente nervoso com esses resultados, porque, mesmo com as associações significativas, o risco global de doença não é tão grande. O risco relacionado ao mês de nascimento é relativamente menor quando comparado a variáveis mais influentes, como dieta e exercício”, comentou o pesquisador Nicholas Tatonetti.

Os cientistas planejam replicar o estudo com dados de outros locais dos Estados Unidos e de outros países para ver como os resultados variam de acordo com a mudança das estações e fatores ambientais. Vale lembrar que a pesquisa foi feita no Hemisfério Norte, sem estudos relativos aos nascimentos no Hemisfério Sul, onde o Brasil está situado.
 

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade