0

Maconha pode aumentar risco de ansiedade e depressão

De acordo com uma nova pesquisa, usuários da droga são mais resistentes aos efeitos da dopamina, a substância química do bem-estar

15 jul 2014
14h55
  • separator
  • comentários

A lista de malefícios da maconha acaba de aumentar. De acordo com uma pesquisa do Instituto Nacional de Abuso de Drogas, nos Estados Unidos, o uso da droga pode aumentar o risco de ansiedade e depressão. Os dados são do jornal Daily Mail.

Foto: Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

Para chegar a esta conclusão, a psiquiatra Nora Volkow avaliou 48 voluntários com uso do estimulante ritalina, que aumenta os níveis de dopamina no cérebro, a substância química do bem-estar. Constatou-se que os cérebros de usuários de maconha foram menos capazes de reagir à substância, o que pode contribuir para o aumento do desejo pela droga e das emoções negativas, uma tendência para a depressão e a ansiedade.

Em 2013, um estudo do Imperial College de Londres, na Inglaterra, descobriu que, a longo prazo, a maconha pode destruir a dopamina. Os níveis no estriado, região do cérebro da recompensa e motivação, se mostraram mais baixos em usuários regulares de maconha. “A dopamina está envolvida em contar ao cérebro quando algo excitante está para acontecer, seja sexo, drogas ou rock 'n' roll. Nossos resultados explicam o motivo de a maconha ter a tendência de fazer as pessoas se sentarem sem fazer nada”, explicou o pesquisador Michael Bloomfield.

Prevenção e tratamento de dependentes químicos Prevenção e tratamento de dependentes químicos
Aprenda sobre a dependência, conheça os principais tipos de drogas e saiba como trabalhar em prevenção e tratamento. Curso certificado pelo MEC!

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade