0

Cortes mais saudáveis de carne, frango e porco

12 set 2018
07h11
  • separator
  • comentários

Quando se trata de iniciar (ou reiniciar) sua jornada de saúde, uma das primeiras coisas que muitas pessoas optam por modificar é sua ingestão de carne - seja reduzindo-a ou decidindo cortá-la completamente. Afinal, a carne tem uma má reputação (algumas pesquisas associam o seu consumo excessivo a um maior risco de doenças cardiovasculares e outros problemas de saúde). No entanto carne é uma excelente fonte de proteína, ferro heme e micronutrientes como B-12, zinco e selênio. Até mesmo os ossos, ao criarem caldo de osso e utilizar a medula, têm benefícios nutricionais como colágeno adicional e são ricos em ferro. Optar por cortes mais finos de carne pode ajudar na sua jornada de saúde, mas a gordura na carne não é saudável por si só. É só que você pode comer fontes de gordura mais saudáveis, como abacates, azeite de oliva, salmão, castanhas e sementes. Em última análise, se você deve ou não comer menos gordura depende da sua dieta.

As carnes orgânicas vêm de animais que são capazes de pastar em pastagens abertas, são alimentados com ração 100% orgânica e forrageiras, e não recebem nenhum hormônio ou antibiótico. Embora a carne orgânica possa ser mais cara, é uma opção um pouco mais saudável. Contrafilé tende a ser um dos cortes mais magros de carne de boi, tornando-se uma ótima opção em uma dieta consciente da saúde. Ao comparar cortes de carne, procure por uma quantidade menor de gorduras saturadas por porção. A carne branca, principalmente peito de frango, é uma adição maravilhosa para pessoas que querem uma dieta com baixo teor de gordura e alta proteína. No entanto, não podemos esquecer os cortes escuros. Enquanto a carne branca é mais pobre em gordura do que a carne escura, a carne escura é mais rica em ferro, zinco, selênio e vitaminas B. Um peito de frango sem pele é o corte mais magro de frango. É mais baixo em calorias do que outros cortes de frango, enquanto ainda fornece uma opção rica em proteína.

Carne de porco, ou "a outra carne branca" é rica em proteínas e minerais, e fornece inúmeros cortes como lombo ao bacon. Muito parecido com carne, alguns cortes de carne de porco podem ser ricos em gordura saturada. No entanto, existem algumas grandes opções magras que podem ser maravilhosas para incorporar na dieta. O lombo do porco é um dos cortes mais magros de carne de porco disponíveis. A proteína tende a digerir mais rapidamente do que a gordura no corpo, portanto cortes mais finos de carne devem digerir mais rapidamente.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade