0

Conheça 7 causas surpreendentes para os odores do corpo

4 jan 2014
17h28
atualizado às 17h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Talvez você não saiba mas, a alimentação e até o seu estado emocional estão diretamente ligados aos odores produzidos pelo seu corpo. 

O site do jornal Huffington Post listou 7 causas surpreendentes que podem alterar o cheiro do suor, do hálito ou, por exemplo, piorar o xulé. Confira. 

1. Suor causado pelo estresse
Acredite ou não, existem diferentes tipos de suor, quimicamente falando. E o mais fedido é o suor causado pelo estresse. Isto porque ele é produzido por uma categoria de glândulas chamadas apócrinas, responsáveis pela produção de um suor menos rico em água, o que faz com que as bactérias se alimentem de gorduras e proteínas presentes. E é isto que causa o odor, de acordo com a Mayo Clinic.

Já o suor obtido por meio da malhação acontece porque a parte externa do corpo está muito quente, então a maior parte dele é de água e eletrólitos, de acordo com o YouBeauty.

2. Xulé
O mesmo ‘banquete para bactérias’ descrito anteriormente acontece nos pés que cheiram mal. E quanto mais eles fiquem escondidos em um ambiente escuro, quente e úmido, mais nutrem estas bactérias. No entanto, cerca de 10 a 15% das pessoas têm suor extra no pé apenas por culpa da genética. Nestes casos, pode ocorrer o desenvolvimento de um tipo específico de bactérias, chamada de “Micrococcus sedentarius”, que produzem um cheiro parecido com o de enxofre.

3. Sutiãs
Com qual frequência você coloca os seus sutiãs para lavar? Vale repensar esta questão, de acordo com a especialista na área, Susan Nethero. “Muitas mulheres lavam poucas vezes o seu sutiã porque têm poucos que se encaixam perfeitamente”, explica. Como a peça fica em contato por muito tempo com partes do corpo propensas ao suor, o ideal é que os sutiãs sejam lavados com maior frequência.

4. Alimentos crucíferos
Você provavelmente já percebeu que pratos ricos em alho e cebola podem causar um estrago na boca. E isso é verdade – alimentos fedidos são divididos em compostos malcheirosos que circulam na corrente sanguínea de um e saem através da respiração, do suor e da urina, de acordo com o WebMD.

Mas o alho e a cebola não são os únicos vilões desta história. Na verdade, alimentos como brócolis, couve-de-bruxelas e outros vegetais da família dos crucíferos incluem os mesmos compostos fedidos – tipicamente, parecidos com o enxofre – e podem espalhar o odor por toda parte.

5. Trimetilaminúria
Esta desordem genética rara, e de nome estranho, faz com que o corpo seja incapaz de quebrar um composto químico chamado trimetilamina. A trimetilamina, por sua vez, é o que dá cheiro ao peixe, e quando ela se acumula no corpo ela libera na respiração, na urina e no suor o cheiro parecido com o do peixe, de acordo com o Genetics Home Reference do National Institute of Health. Este odor pode ser extremamente prejudicial para a vida diária, geralmente resultando em quadros de depressão e isolamento social.

6. Bebidas alcoolicas
Enquanto você bebe um drinque, você sua. À medida que o álcool atravessa o sangue pelo corpo, ele se infiltra através dos poros e sai pela respiração. Não importa que tipo de bebida você está bebendo: uma vez que o corpo começa a quebrá-lo no organismo, você exala o mesmo cheiro.

7. Diabetes
Quando se tem diabetes e ela não é tratada corretamente, é possível se desenvolver um quadro chamado cetoacidose diabética. Sem insulina suficiente, o corpo começa a quebrar a gordura como combustível, o que conduz à construção de cetonas. Esta transformação produz certo dor, de acordo com a Mayo Clinic, e pode ser um sinal de que é hora de visitar um médico.

Algumas pessoas já relataram uma mudança similar nos odores do corpo quando apostam em uma dieta rica em carne e baixa em carboidratos, que é conhecida por impactar o cheiro do hálito. 

<p>O mau cheiro do corpo pode estar relacionado à alimentação e até ao estado emocional</p>
O mau cheiro do corpo pode estar relacionado à alimentação e até ao estado emocional
Foto: Getty Images

&amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/gases/&amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/gases/&amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;gt;Gases&amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Veja também:

Influencers falam sobre doenças crônicas nas redes
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade