0

Brasil tem 11 casos suspeitos de coronavírus; 28 descartados

9 fev 2020
18h11
atualizado em 10/2/2020 às 08h52
  • separator
  • 0
  • comentários

Ainda sem registro de coronavírus, o Brasil tem 11 casos suspeitos da doença, informou neste domingo, 9, o Ministério da Saúde. São investigados 3 casos em São Paulo, 3 no Rio Grande do Sul, 2 no Rio de Janeiro e um em Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais. Nenhuma suspeita foi confirmada até agora - e 28 casos analisados já foram descartados.

Ministro Luiz Henrique Mandetta
Ministro Luiz Henrique Mandetta
Foto: ABR / BBC News Brasil

Os casos estão sendo analisados pelo laboratório do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo monitora 3 casos, um deles um paciente adulto em Barueri.

Os pacientes sob suspeita estão em isolamento domiciliar e os familiares estão orientados para prevenção de eventual transmissão do vírus. A secretaria recomenda uso de máscaras e higienização dos pertences utilizados pelo paciente com suspeita de coronavírus. A pessoa deve permanecer em casa e evitar contato.

Operação Regresso

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) pousaram na manhã deste domingo na Base Aérea de Anápolis (GO) com 34 brasileiros vindos da China. O grupo de repatriados, que inclui adultos e crianças, ficarão em quarentena em Anápolis junto com outros 24 tripulantes que participaram da operação. Todos ficarão por 18 dias na cidade, tempo estipulado para confirmar que nenhum dos repatriados apresentem indícios de contaminação.

China

A Comissão Nacional de Saúde da China informou neste sábado que o número de casos de coronavírus no país subiu para 33.738 e o total de mortes aumentou para 811. Na atualização anterior, havia 31.774 casos confirmados e 722 óbitos no país asiático. Com o número, a epidemia já ultrapassa as 774 mortes causadas pelo SARS.

Ainda que há 28.942 casos suspeitos na China e que 2.649 pessoas já foram curadas. O comunicado chinês informou, também, que há 26 casos da doença confirmados em Hong Kong, com uma morte, dez casos em Macau e 17 em Taiwan.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade