PUBLICIDADE

Artrose tem cura? Como evitar as dores e ter uma vida normal

Prática correta de exercícios físicos pode aliviar os sintomas e fortalecer a saúde

26 out 2021 15h05
ver comentários
Publicidade
Artrose pode causar dor em várias articulações
Artrose pode causar dor em várias articulações
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

A artrose, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), é uma doença degenerativa, que não tem cura. Por atacar as cartilagens do corpo - responsáveis por protegerem as articulações - ela pode se manifestar e causar dores em, praticamente, todas as regiões do organismo. Mas costuma ser mais frequente nos joelhos e quadris. Segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a doença também é responsável por 7,5% de todos os afastamentos do trabalho.

No entanto, apesar da ciência ainda não ter descoberto uma cura definitiva para a artrose, o tratamento médico se demonstra cada vez mais eficaz. Além da administração de medicamentos, a prática moderada de atividades físicas sem impacto, como natação e musculação, está entre as principais ferramentas de combate às dores.

"Os últimos estudos têm mostrado que os exercícios reduzem as dores, aumentam a sensação de bem-estar, trazem realização pessoal e qualidade de vida. Os pacientes evitam as consequências do estilo sedentário, como obesidade, problemas cardíacos e diabetes", conta o Dr. Marco Aurélio Neves, ortopedista e traumatologista.

Porém, é preciso ter atenção para não exagerar na dose. "Quem pratica esportes sem se preparar previamente, sem orientação e com volume e intensidade acima da capacidade, tem riscos enormes de acelerar a degradação da cartilagem. O que faz a artrose aparecer mais rápido na sua vida - ou mesmo avançar", alerta o médico.

Para evitar esses problemas, a recomendação é ter o acompanhamento e a orientação de um profissional de educação física, sempre que for realizar algum tipo de exercício. Confira abaixo a lista de atividades recomendadas pelo Dr. Marco Aurélio:

  • Caminhadas não muito extensas;
  • Ciclismo;
  • Natação;
  • Hidroginástica;
  • Ginástica aeróbica;
  • Yoga;
  • Dança;
  • Treinamento funcional;
  • Pilates;
  • Musculação

Outras atividades, que promovem impacto e mudanças bruscas de direção, como corrida e futebol, não são recomendadas para pessoas com artrose. "Para se sentir seguro e saber que você não vai provocar desgastes nos ossos, procure um ortopedista que faça a avaliação completa do seu quadro", orienta o especialista

Caso as dores apareçam mesmo com a realização das atividades recomendadas, a primeira dica é procurar imediatamente o seu médico. "É possível que seja necessário reduzir a frequência das atividades. Invista sempre no aquecimento antes e no alongamento depois do exercício. Lembre-se de adequar a atividade ao seu ritmo, ao peso que não sobrecarregue seu corpo e, se for preciso, diminua a intensidade", aconselha o Dr. Marco Aurélio.

"Se a dor for forte e constante ou se aumentar depois dos exercícios, ou ainda, se houver inchaço e vermelhidão nas articulações, marque uma consulta com o ortopedista. Cuide das suas articulações e evite que as dores aumentem", finaliza.

Fonte: Dr. Marco Aurélio S. Neves - @drmarcoaurelio.ortopedia - Médico ortopedista e traumatologista. Um dos pioneiros no Brasil de técnicas avançadas para realização de cirurgias de prótese de quadril e de joelho.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade