PUBLICIDADE

Anti-inflamatório: saiba quando pode ser usado

Segundo especialista "esse tipo de medicamento tem a finalidade de acalmar as dores articulares ou musculares"

23 jul 2021 10h26
| atualizado em 27/7/2021 às 09h01
ver comentários
Publicidade
Dr. Rodolfo Balogh Jr, nefrologista explica os efeitos colaterais que podem ser causados pelo uso incorreto desses medicamentos
Dr. Rodolfo Balogh Jr, nefrologista explica os efeitos colaterais que podem ser causados pelo uso incorreto desses medicamentos
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Sentiu dor muscular ou nas articulações e pensou em tomar um anti-inflamatório, mas não sabe ao certo as funções deles e como tomar? Para isso, o Dr. Rodolfo Balogh Jr, nefrologista tirou algumas dúvidas sobre o assunto.  

Segundo o especialista os anti-inflamatórios têm função analgésica, principalmente por reduzir a produção de bradicinina, e anti-inflamatória por reduzir a produção de prostaglandinas. Há outros que têm ação antitérmica pelas mesmas vias de ação. "Os mais utilizados são o diclofenaco, nimesulida, naproxeno, cetoprofeno, ibuprofeno e eterocoxibe para diferentes finalidades".

Esse tipo de medicamento tem a finalidade de acalmar as dores articulares ou musculares com ou sem trauma. Geralmente eles são usados também em casos de cólicas menstruais, dores no pós-operatório e pacientes em tratamento contra o câncer.

O médico ressalta que como qualquer remédio, há efeitos colaterais e contraindicações, por esse motivo é necessária uma avaliação médica, pois os anti-inflamatórios podem apresentar efeitos colaterais como, angiodema, epigastralgia, úlcera gástrica e insuficiência renal que pode ser inclusive dialítica. Há também anti-inflamatórios que se usados com frequência e sem prescrição médica podem causar eventos coronariano (infarto agudo de miocárdio e óbito).

Além disso, o Dr. Rodolfo Balogh Jr destaca que o  conceito anti-inflamatório, utilizado muitas vez para caracterizar chás e dietas são utilizados de maneira ampla, e não necessariamente eles substituam os remédios dessa classe. "É comum encontrarmos essa expressão "chá que diminui a inflamação" e tratar-se de algo extremamente genérico, inespecífico e de benefício duvidoso".

Quando se fala em fármacos, precisa levar em conta a concentração da substância. Não basta ter a determinada molécula, precisa saber a concentração dela na amostra, o grau de absorção, sua disponibilidade no sangue e até mesmo das células para conseguir falar dos benefícios dessa bebida, como o chá verde, que contém ação anti-inflamatória.

"Vale lembrar que todo medicamento tem efeitos colaterais e os fitoterápicos estão inclusos nisso", finaliza o nefrologista.

Consultoria: Dr. Rodolfo Balogh Jr, nefrologista da Vibe Saúde (CRM: 127114). 

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade