PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Como saber se realmente é ansiedade: 7 sinais do transtorno

O Brasil é o país com maior número de pacientes com ansiedade no mundo. Para terapeuta, autoconhecimento é a chave para lidar com transtorno

23 out 2023 - 13h13
(atualizado às 17h40)
Compartilhar
Exibir comentários

A ansiedade é uma resposta natural do corpo humano para situações de estresse e nervosismo. No entanto, quando frequente, a condição se torna uma patologia, como a que atinge 26,8% dos brasileiros - mais do que uma em cada quatro pessoas. Por conta desse número, o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo, indica a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Como saber se realmente é ansiedade: 7 sinais do transtorno -
Como saber se realmente é ansiedade: 7 sinais do transtorno -
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Quando a ansiedade se torna um problema

"Todos nós, em algum momento das nossas vidas, podemos apresentar sintomas de uma pessoa ansiosa, dependendo das circunstâncias ou da intensidade em que ela se apresenta. Mas, por outro lado, em certos indivíduos ela pode se tornar patológica, prejudicando a saúde mental, a física, a emocional e até a espiritual", salienta a terapeuta Myriam Filippi.

Segundo ela, o sinal de alerta se encontra no exato momento em que ela - a ansiedade - começa a atrapalhar no trabalho, nos relacionamentos, na hora de dormir, de relaxar, de ter uma vida tranquila e de ter autocontrole emocional. 

"Quando uma mente ansiosa toma conta da nossa vida, é hora de refletir e tomar decisões sobre novos rumos, para que novos hábitos sejam adquiridos e para que, dessa forma, possamos criar caminhos de paz interior e retomar as rédeas da nossa vida", afirma.

7 sinais do transtorno de ansiedade

Myriam  destaca que os sintomas de ansiedade podem variar de pessoa para pessoa, mas existem alguns sinais de alerta comuns. A especialista destaca, por exemplo:

  1. Respiração curta ou entrecortada;
  2. Falta de conexão interior;
  3. Dificuldades de viver no agora;
  4. Caos mental;
  5. Falta de foco e concentração;
  6. Problemas para dormir, como insônia;
  7. Procrastinação.

"A identificação acontece quando nos autoconhecemos e podemos perceber os impactos desses e outros sintomas em nossas vidas. Contudo, é importante entender quando não estamos com o nosso autocontrole emocional e temos dificuldades na autorregulação do corpo", diz a terapeuta.

Como lidar com o transtorno

Ao identificar o transtorno de ansiedade, é preciso mergulhar no autoconhecimento e entender como funcionam os nossos processos interiores. Isto é, o funcionamento dos nossos corpos: físicos, mentais, energéticos, emocionais.

"Cada ser é único e o que pode funcionar para um, pode não funcionar para o outro. Somos seres complexos e multidimensionais, então o caminho sempre vai ser para dentro, e não para fora de nós. Nos autoconhecendo, podemos fazer as mudanças necessárias para que a ansiedade não afete mais o nosso bem-estar e a nossa saúde de forma holística", destaca a profissional.

O segredo, de acordo com Myriam, é entender que somos a consciência por trás da mente, e não somente a mente. "Isso pode nos ajudar nos processos de adoecimento da alma e que nos impede de nos conectarmos à nossa verdadeira essência, em um sentido mais profundo", diz. 

Para a terapeuta, entender esses processos internos e externos que nos levaram ou nos levam a esses quadros ansiosos e até mesmo outras desordens e desequilíbrios pode ser uma chave de ouro para começarmos o nosso verdadeiro processo de cura.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade