PUBLICIDADE

10 mitos sobre o cachorro da raça pinscher 

Confira a verdade sobre alguns estereótipos comuns sobre esse pequeno animal

1 nov 2023 - 11h31
Compartilhar
Exibir comentários

Os cachorros da raça pinscher são encantadores e cheios de personalidade. Porém, ao redor deles, circulam diversos mitos que frequentemente causam mal-entendidos sobre seu comportamento e necessidades. Por isso, a seguir, entenda por que algumas afirmações sobre esses animais não são verdadeiras!

Pinscher são inteligentes e aprendem rapidamente
Pinscher são inteligentes e aprendem rapidamente
Foto: Pereslavtseva Katerina | Shutterstock / Portal EdiCase

1. Pinschers são cães agressivos por natureza 

A agressividade em cachorros é mais uma questão de socialização e educação do que uma característica inerente à raça. Pinschers bem treinados e socializados desde filhotes são amigáveis e sociáveis. 

2. São cães de apartamento e não precisam de exercício 

Embora sejam pequenos, eles são animais enérgicos e necessitam de exercício diário. Passeios e brincadeiras são essenciais para mantê-los felizes e saudáveis. 

3. Não são adequados para famílias com crianças 

Pinschers podem ser ótimos companheiros para crianças quando criados e socializados corretamente. No entanto, como são pequenos e ativos, é importante ensinar as crianças a interagirem de forma segura com eles. 

4. Pinschers são difíceis de treinar 

Embora tenham um temperamento forte, eles são inteligentes e aprendem rapidamente quando o treinamento é consistente, positivo e recompensador. 

Os pinschers podem viver harmoniosamente com outros pets
Os pinschers podem viver harmoniosamente com outros pets
Foto: Lisjatina | Shutterstock / Portal EdiCase

5. Pinschers não se dão bem com outros animais 

Com uma socialização adequada desde filhotes, eles podem conviver harmoniosamente com outros cães e animais de estimação. 

6. Não precisam de cuidados veterinários regulares 

Assim como qualquer outra raça, os pinschers necessitam de check-ups veterinários regulares para manter a saúde em dia e prevenir problemas de saúde

7. Pinschers não se dão bem com idosos 

Pinschers podem ser excelentes companheiros para pessoas idosas, desde que o nível de atividade do cão corresponda ao estilo de vida do tutor

Pinschers bem treinados podem ser tranquilos
Pinschers bem treinados podem ser tranquilos
Foto: Vita Kuzmina | Shutterstock / Portal EdiCase

8. Pinschers são propensos a latir excessivamente 

O latido excessivo em qualquer raça geralmente está relacionado à falta de estímulo mental e físico. Com exercício apropriado e treinamento, os pinschers podem ser bastante silenciosos. 

9. São intolerantes ao frio 

Apesar de serem pequenos, eles têm pelagem densa e podem tolerar o frio moderado. No entanto, devem ser protegidos em condições extremamente frias. 

10. Pinschers são todos iguais em temperamento 

Assim como em qualquer raça, há variações no temperamento individual dos pinschers. Alguns podem ser mais dóceis, enquanto outros mais independentes. 

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade