Só love! Saiba como fazer do seu casamento um eterno namoro

28 mai 2015
09h08
  • separator
  • comentários

Muita gente pode até dizer que não, mas sonha em ter um casamento ou relacionamento de longa data que ainda cause aquele friozinho na barriga e aquela paixão de início de namoro. O problema é que muita coisa muda depois de alguns meses ou anos juntos, ainda mais quando se divide o mesmo teto. Embora exista o lado bom de conhecer mais intimamente o parceiro e de ficar mais tempo coladinha nele, a implacável rotina chega, fazendo com que muitos casais se acomodem e não busquem mais formas de surpreender um ao outro.

Isso tende a acontecer porque a maioria das pessoas tem como padrão se acomodar em situações que julga serem estáveis. “Tenho alguns pacientes que estão casados há vários anos e que, frequentemente, se queixam de que os parceiros andam desleixados, sem nenhum movimento que os seduza, e confessam que eles próprios também agem da mesma maneira e não fazem nada para manter ou mesmo ativar o ‘fogo’ da relação”, afirma Silvia Malamud, psicóloga, especialista em terapia individual, de casal e de família. Só que não há motivos para desespero, viu? Com algumas dicas especiais e uma boa dose de força de vontade de ambas as partes, dá para transformar a relação que está fria em um namoro pra lá de quente.

Muita coisa muda depois de alguns meses ou anos juntos, mas com algumas dicas e a força de vontade de ambas as partes, dá para transformar a relação de longa data em um eterno namoro
Muita coisa muda depois de alguns meses ou anos juntos, mas com algumas dicas e a força de vontade de ambas as partes, dá para transformar a relação de longa data em um eterno namoro
Foto: Shutterstock

Lembre-se que nada é para sempre
A principal dica para não deixar o relacionamento esfriar é ter claro em mente que absolutamente nada é eterno. Por isso, se você tem um relacionamento afetivo de amor, companheirismo e amizade, fique atento para deixá-lo sempre dinâmico e cheio de vida, tendo momentos de reflexão diários, mudando a sua postura e fazendo acontecer. Só assim ele vai ser duradouro e feliz.

“Puxem a carroça para o mesmo lado”
Não são raros os casais que, em vez de resolverem questões conflitivas, acabam optando por castigar um ao outro, dando o famoso gelo. Só que isso não leva a nada e esfria pra valer a relação. “Se existe amor, existe um bem querer. Todos nós somos passíveis de erros de conduta nos relacionamentos, ninguém é perfeito. Exigir comportamentos ou determinar como que o outro deveria ter agido e explodir, ficar de mal ou magoado, quando as coisas não acontecem a contento, é uma forma de tirania, não importa com que roupagem que vem. Portanto, se o casal deseja ser feliz um com o outro, os dois devem ‘puxar a carroça para o mesmo lado’”, recomenda Silvia.

Fiquem atentos às fantasias
Para que o romantismo da relação seja recuperado, tanto as mulheres quanto os homens devem ficar bem atentos em relação às suas próprias fantasias e às do outro. Imaginar coisas diferentes do usual é uma arte que deve ser revigorada, mas até algo comum do dia a dia como ver televisão, por exemplo, pode ganhar um toque especial quando mudamos o nosso olhar. “Ao colocar roupas mais sedutoras, separar um bom vinho ou investir em algo que na relação de vocês tenha o significado de romance, já é o suficiente para sair da mesmice padrão. Para qualquer evento da relação, se o olhar for de romance e sedução, absolutamente todos os cenários tendem a mudar. A questão é a mudança do olhar e da postura interna da pessoa”, explica a psicóloga.

Pare com as desculpas
É sempre mais confortável transferir a responsabilidade de algo que deixamos de fazer para outras pessoas ou buscar incessantemente uma desculpa que justifique a nossa falha . Mas esse comportamento não muda em nada a realidade. Portanto, se você quer recuperar seu relacionamento, precisa parar de se dar a desculpa de que trabalhou demais ou que as crianças lhe tiraram do foco. “Tem que lembrar que você é o responsável pela qualidade da sua presença na relação. Você pode, do mesmo modo que fica ativo para outras questões em sua vida, estar constantemente ativo para que o seu casamento não caia na mesmice. Basta avivar o romantismo que existe em você”, conclui.

Fonte: Agência Hélice

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade