PUBLICIDADE

A Casa do Porco é o 4º melhor restaurante da América Latina pelo 50 Best

Outros sete brasileiros conquistaram uma posição no ranking regional, que elege os 50 melhores restaurantes latino-americanos; primeira posição ficou com o peruano Maido

29 nov 2023 - 09h48
Compartilhar
Exibir comentários

O peruano Maido é o melhor restaurante da América Latina. Logo atrás dele, vêm o colombiano El Chato e o argentino Don Julio, respectivamente na segunda e terceira colocação do Latin America's 50 Best, que elege os melhores restaurantes latino-americanos. A Casa do Porco é o brasileiro melhor colocado na lista, na 4ª posição.

Assado de 6 a 8 horas diariamente, o San Zé é a estrela da Casa do Porco, melhor restaurante do Brasil e quarto melhor da América Latina segundo o 50 Best
Assado de 6 a 8 horas diariamente, o San Zé é a estrela da Casa do Porco, melhor restaurante do Brasil e quarto melhor da América Latina segundo o 50 Best
Foto: Reprodução/Instagram/@acasadoporcobar

Em sua 11ª edição, a cerimônia de premiação foi realizada nesta noite (28), no Rio de Janeiro, no Copacabana Palace. É a primeira vez que o Brasil é escolhido para sediar o evento - o que é ótimo para firmar o País como rota de turismo gastronômico. Vale lembrar que o restaurante Central - que ano passado havia levado o primeiro lugar no 50 Best Latin America - não está na lista pois também levou o mundial do 50 Best neste ano.

Há outros 7 brasileiros na lista: o carioca Lasai (14ª posição), do chef Rafael Costa e Silva, o paulistano Metzi (18ª), dos chefs Luana Sabino e Eduardo Ortiz, carioca Oteque (20ª), do chef Alberto Landgraf, os paulistanos Nelita (21ª) , da chef Tássia Magalhães, Evvai (22ª), do chef Luiz Filipe Souza e Maní (34ª), da chef Helena Rizzo, e o curitibano Manu (35ª), da chef Manu Buffara.

O paulistano Charco, do chef Tuca Mezzomo, caiu 21 posições em relação ao ranking de 2022 e, agora, figura na lista estendida (que elenca até a 100ª colocação), no 56º lugar. O veterano D.O.M., do chef Alex Atala, idem: saiu da 33ª para a 65ª colocação.

Prêmios especiais

Além de ficar entre os quatro melhores com su'A Casa do Porco, Janaína Rueda, a Dona Onça, também traz para casa um dos sete prêmios especiais da noite: o de melhor chef mulher da América Latina. Já o Manu, de Curitiba, também arrematou o Sustainable Restaurant Award, de sustentabilidade.

O Icon Award ficou com a chef argentina Dolli Irigoyen, do Espacio Dolli, enquanto o chef Issam Koteich, Cordero, foi eleito por seus pares e arrematou o Chef's Choice Award. Florencia Rey, do Maido, destacou-se como a melhor sommelière, e Maribel Aldaco, do Fauna, como a melhor chef confeiteira.

Confira a lista completa dos melhores restaurantes da América Latina:

  1. Maido (Peru, Lima)
  2. El Chato (Botogá, Colômbia)
  3. Don Julio (Buenos Aires, Argentina)
  4. Casa do Porco (São Paulo, Brasil)
  5. Fauna (Valle de Guadalupe, México)
  6. Maito (Cidade do Panamá, Panamá)
  7. Kjolle (Lima, Peru)
  8. Leo (Bogotá, Colômbia)
  9. Boragó (Santiago, Chile)
  10. Mayta (Lima, Peru)
  11. Nuema (Quito, Equador)
  12. Quintonil (Cidade do México, México)
  13. Merito (Lima, Peru)
  14. Lasai (Rio de Janeiro, Brasil)
  15. Pujol (Cidade do México, México)
  16. Celele (Cartagena, Colômbia)
  17. El Preferido de Palermo (Buenos Aires, Argentina)
  18. Metzi (São Paulo, Brasil)
  19. Villa Torél (Ensenada, México)
  20. Oteque (Rio de Janeiro, Brasil)
  21. Nelita (São Paulo, Brasil)
  22. Evvai (São Paulo, Brasil)
  23. Gustu (La Paz, Bolívia)
  24. Sublime (Cidade de Guatemala, Guatemala)
  25. Cantina del Tigre (Cidade do Panamá, Panamá)
  26. Gran Dabbang (Buenos Aires, Argentina)
  27. X.O. (Medelín, Colômbia)
  28. Arca (Tulum, México)
  29. Pangea (Monterrey, México)
  30. Julia (Buenos Aires, Argentina)
  31. Sud 777 (Cidade do México, México)
  32. Mishiguene (Buenos Aires, Argentina)
  33. Osso (Lima, Peru)
  34. Maní (São Paulo, Brasil)
  35. Manu (Curitiba, Brasil)
  36. Rosetta (Cidade do México, México)
  37. Alcalde (Guadalajara, México)
  38. Alo's (Buenos Aires, Argentina)
  39. Mil (Moray, Peru)
  40. Le Chique (Cancún, México)
  41. Crizia (Buenos Aires, Argentina)
  42. La Mar (Lima, Peru)
  43. Niño Gordo (Buenos Aires, Argentina)
  44. Humo Negro (Bogotá, Colômbia)
  45. Parador La Huella (José Ignacio, Uruguai)
  46. Rafael (Lima, Peru)
  47. Sikwa (San José, Costa Rica)
  48. La Docena (Cidade do México, México)
  49. Mercado 24 (Cidade de Guatemala, Guatemala)
  50. Cosme (Lima, Peru)
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade