PUBLICIDADE

5 chás que não devem ser consumidos durante a gravidez

Propriedades das infusões podem provocar má formação e causar abortos

10 jun 2024 - 16h54
Compartilhar
Exibir comentários
urbazon/Gettyimages
urbazon/Gettyimages
Foto: Minha Vida

As propriedades medicinais das ervas promovem diferentes benefícios à saúde. O consumo da infusão dessas plantas em forma de chás é um método muito utilizado como tratamento caseiro para desconfortos intestinais, resfriados, dores de cabeça, entre outros. 

No entanto, o consumo da bebida deve ser feito com cautela durante a gestação, já que trabalhos cientificos, como o publicado pela Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, apontam que a ação das plantas pode prejudicar o desenvolvimento do feto e causar até mesmo um aborto.

O MinhaVida listou 5 chás com potencial abortivo e que devem ser evitados durante a gravidez. Confira!

1. Chá de boldo

O chá de boldo conta com uma substância denominada ascaridol, que pode provocar contrações uterinas. O consumo do chá de boldo durante a gravidez pode causar sangramentos, má formação fetal e aborto. A ação do boldo na gestação foi alvo de um estudo, divulgado na Revista Brasileira de Farmacognosia.

Saiba mais: 10 chás que interagem com medicamentos

2. Chá de canela

O chá de canela também deve ser evitado durante a gravidez. As propriedades da canela estimula as contrações uterinas, podendo provocar um aborto. A bebida, inclusive, é indicada para quem busca adiantar a menstruação

3. Chá de hortelã

...

Veja mais

Veja também

Aborto espontâneo: o que é, sintomas e causas

Chá verde: para que serve, 8 benefícios e como consumir

Chá de hibisco: para que serve, benefícios e como consumir

Chá preto: saiba para que serve, se emagrece e benefícios

Boldo: pra que serve e benefícios do chá

Chá de canela causa aborto? Veja para que serve e benefícios

Menstruação: o que é, quando está atrasada e quais são as cores

Hortelã: como usar, todos os benefícios e receitas

Minha Vida
Compartilhar
Publicidade
Publicidade