0

Inspirado em Schwarzenegger, vereador quer proibir foie gras em SP

Laércio Benko critica o tratamento dado às aves para produção da iguaria

22 ago 2013
13h37
atualizado às 13h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Foie gras é feito com fígado de ganso ou pato</p><p> </p>
Foie gras é feito com fígado de ganso ou pato
Foto: Getty Images

Em prol dos animais, um projeto de lei que proíbe a produção e venda de foie gras em São Paulo entrou em tramitação esta semana da Câmara Municipal. A iguaria, que significa “fígado gordo” em francês, é feita ganso ou pato. O problema é que para aumentar a gordura e conseguir a textura amanteigada, os animais passam por um tratamento cruel e são forçados a engordar, com excesso de alimentação e quase nenhuma mobilidade durante a vida.

O autor do projeto é o vereador Laércio Benko, do partido Humanista da Solidariedade (PHS), e vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de São Paulo. “O Brasil produz muito pouco foie gras, um pouquinho só na região sul, mas temos que fazer a nossa parte, tal qual fez os Estados Unidos na Califórnia, que baniram o consumo deste produto”, justificou ele durante entrevista ao Jornal da Cultura.

A ideia é inspirada na lei da Califórnia, nos Estados Unidos, assinada pelo então governador Arnold Schwarzenegger em 2004, mas que só entrou em vigor em 2012.

Aqui no Brasil, o projeto ainda será votado pelos vereadores e sancionado pelo prefeito para entrar em vigor. Caso isso aconteça, lojas e restaurantes da capital paulista não poderão mais vender o produto. A multa para quem cometer a infração é de R$ 5 mil.

 

Veja também:

Já pensou em um drinque para a noite de Natal ou Reveillon?
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade