PUBLICIDADE

Caruru com camarões grandes

Receita de caruru com pasta de amendoim e castanha de caju e muito camarão

29 set 2021 13h14
| atualizado em 1/10/2021 às 11h21
ver comentários
Publicidade

Preparei um caruru com camarões grandes para fechar o mês de setembro. A data certinha para se homenagear São Cosme e São Damião com um caruru é dia vinte e seis de setembro.  Ao mesmo tempo, setembro é o mês do Ibeji nas religiões de matriz africana, o qual também é festejado no mesmo  dia.  Esse orixá representa os espíritos livres e inocentes dentro de cada um de nós.

Caruru para dois
Caruru para dois
Foto: Marcia Zoladz / Cozinha da Marcia

O ingrediente principal do caruru com camarões grandes é o quiabo, e sei que muita gente que  não gosta. No entanto,  eu  garanto que o sabor final é refinado e cheio de nuances, mesmo para quem não gosta de quiabo. Primeiro porque o molho é engrossado com amendoins e castanhas de caju moídas, e ainda tem camarão defumado. E este é realmente o gosto  que se sobressai a cada mordida. E, ainda acrescentei uns camarões grandes para dar um ar de festa ao prato. O óleo de dendê foi usado apenas para completar o sabor do caruru. Atualmente, ele também é um prato típico da culinária baiana desprovido de seu significado religioso.

Ibeji quer dizer gêmeos em ioruba, uma língua africana da região da  Nigéria, e chegou ao Brasil com o terrível tráfico de escravos. E por semelhança, Ibeji e São Cosme e São Damião são gêmeos, se associaram em um sincretismo religioso.

Receita

Porções: 2 a 4porções

Tempo de preparo: 1 hora

Ingredientes:

  • 1 kg de quiabos
  • 1 e 1/ 2 xícaras de chá de camarões defumados
  • 3 colheres de sopa de óleo de soja
  • 1 cebola grande bem picada
  • 2 dentes de alho bem picados
  • 1 / 2 xícara de chá de amendoim torrado e moído
  • 1 / 2 xícara de chá de castanha de caju torrada e moída
  • 600 g sem as cascas e as cabeças, só com o rabo
  • 800 g de camarões grandes
  • 1 limão
  • Sal e pimenta malagueta a gosto
  • 1 / 4 xícara de chá de azeite de dendê
  • 2 colheres de sopa de folhas de coentro picadas

Instruções:

  • Separe todos os ingredientes antes de começar a  preparar o caruru.
  • Lave os quiabos, corte as pontas e em seguida cada um deles em quatro ou seis pedaços. Ferva os quiabos por cinco minutos em água temperada com 1 colher de chá de sal. Escorra.
  • Prepare a farinha de camarões. Coloque os camarões defumados em um tabuleiro e seque-os no forno bem baixo por aproximadamente 15 minutos. Para saber o ponto correto parta-os para ver se estão quebradiços. Espere esfriar e bata no liquidificador até obter uma farinha fina.
  • Lave os amendoins, seque-os no forno e bata no liquidificador até obter um creme. Eu utilizei um processador de alimentos pequeno. Faça o mesmo com as castanhas de caju, porém o creme não precisa tão cremoso como o de amendoim.
  • Lave os camarões frescos, retire a cabeça, a casca e  deixe o rabo. Ou peça na peixaria para limparem os camarões e deixarem apenas os rabos.  Tempere-os com o suco de um limão.
  • Aqueça o óleo numa panela grande, junte a cebola picada e os dentes de alho espremidos. Acrescente os quiabos, refogue bem. Polvilhe com o camarão seco em pó, cubra com água. Quando ferver junte aos poucos, e a gosto, e sempre experimentando, a pasta de amendoim, e a de castanhas.
  • O melhor é ir misturando as pastas aos poucos para acertar o sabor. Eu prefiro uma quantidade menor de amendoim. A farinha de camarão e as pastas de amendoim e de castanha ajudam a engrossar o caruru. Se o caldo ficar muito grosso junte água. E, por último acrescente os camarões. Quando estiverem cozidos acrescente um fio de azeite de dendê e o coentro picadinho. Sirva com arroz branco.

Notas

Se sobrar farinha de camarão guarde-a em um vidro para usá-la em uma outra receita.

Cozinha da Marcia
Publicidade
Publicidade