0

Cadela vira funcionária oficial em procuradoria nos EUA

Hatty, de apenas dois anos, vai ajudar vítimas de violência sexual e agressão

1 nov 2019
19h01
atualizado às 19h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma cadela da raça Labrador foi oficialmente contratada pela procuradoria do Estado de Chicago, nos Estados Unidos. O trabalho dela é tranquilizar crianças e adultos com problemas de saúde mental que tenham sido vítimas de agressão e violência sexual.

Hatty ficou de pé e, com a patinha, jurou cumprir a legislação
Hatty ficou de pé e, com a patinha, jurou cumprir a legislação
Foto: Facebook/@SAKimFoxx / Estadão Conteúdo

Hatty, de apenas dois anos, é o primeiro cão de apoio emocional da equipe. Engana-se quem pensa que a cachorra terá um expediente diferenciado: ela vai trabalhar todos os dias, das 9h às 17h, para ajudar seus colegas (humanos) em até 200 casos por ano.

A procuradora estadual do condado de Cook, Kim Foxx, fez questão de montar uma solenidade para Hatty. Na cerimônia, que ocorreu na terça-feira, 29, a cadela ganhou crachá e até certificado. Ela ficou em pé sobre as patas traseiras e jurou cumprir a lei, com uma das patinhas em cima de um livro com a legislação.

Nas redes sociais, a procuradora escreveu: "Eu sei que contar novamente uma história de agressão ou abuso pode causar um novo trauma. Estou muito feliz que Hatty esteja aqui para dar conforto e ajudar a reduzir futuros traumas em crianças e adultos com a saúde mental debilitada".

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade