0

8 dicas para fazer suas flores durarem mais em qualquer estação

Especialista comenta as espécies mais resistentes para se ter em casa e que requerem poucos cuidados

22 jul 2020
14h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Mulher arrumando um arranjo de flores na sala
Mulher arrumando um arranjo de flores na sala
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Elas colorem e alegram os ambientes, trazendo uma sensação de leveza. Tê-las dentro de casa, no jardim ou na varanda, deixam o lugar mais aconchegante e decorado. Mas convenhamos, nem sempre é fácil mantê-las lindas e vivas. Saber como fazer as flores durarem mais é uma missão que poucos dominam, principalmente para aquelas espécies, que podem murchar em poucos dias.

Por isso, alguns cuidados se fazem necessários, e há até algumas plantas que se adaptam melhor ao estilo de vida dos moradores. Pensando em lhe ajudar a manter essas belezas cheias de cor e perfume, conversamos com Juana Martinez, florista parceira da Flores Online, que citou algumas orientações fundamentais para seguir no dia a dia.

Como fazer as flores durarem mais

Coloque em um vaso

Pode parecer uma dica comum, mas há quem prefira deixar as plantas embrulhadas em plásticos, como aqueles arranjos preparados em floriculturas. Esse material impede o desenvolvimento de todas as espécies, ressecando por completo em pouco tempo. Por isso, prefira colocá-las em vasos ou plantá-las diretamente na terra, se possível. Lembre-se, também, de escolher um recipiente que comporte o tamanho do ramalhete.

Não exagere na água

Para as flores durarem mais não é necessário encharcá-las com água. Muito pelo contrário! Evite encher o vaso, uma vez que esse processo pode apodrecer as raízes e virar foco da proliferação de microrganismos. Coloque apenas a quantidade suficiente para que a espécie possa se manter saudável durante o dia, geralmente, dois dedos já bastam.

Troque a água

Não deixe as suas plantas mergulhadas na mesma água por mais de dois dias. O ideal é trocá-la frequentemente, para que não fique suja, com resíduos liberados pela espécie ou seja o novo lar de fungos e bactérias.

Deixe-as em local arejado

Evite colocar seus vasos em ambientes muito abafados ou sem qualquer ventilação. Além de acelerar a vaporização da água sugada pela planta, também diminuirá as ações orgânicas das flores, fazendo com que respirem menos e acabem morrendo.

Evite a exposição direta ao sol

Embora possa parecer contraditória, já que todas as espécies necessitam da luz solar para o seu desenvolvimento, deixar o seu arranjo muito tempo exposto aos raios pode não só queimar as folhas, como ressecar a raiz.

Corte

"Os caules devem ser cortados na diagonal a cada dois dias, no tamanho de 0,5 cm. Dessa forma as flores se manterão frescas e bonitas por muito mais tempo, auxiliando uma absorção melhor da água", afirma Juana.

Murchou? Retire-a!

"Quando uma das flores murchar, procure tirá-la o mais rápido possível, pois elas liberam gás etileno que contagia as demais fazendo com que morram mais aceleradamente", comenta Juana. O mesmo gás também é liberado por frutas como maçã, abacate e banana, e por isso é melhor manter suas plantas distante delas e de fruteiras em geral.

Soluções caseiras

"Aditivos, como o açúcar e a lixívia, podem ser despejados na água, desde que em pequenas quantidades, prolongando assim a vida das flores. Lembrando que o processo deve ser repetido sempre que a água for trocada, o que tem que ser feito diariamente", exemplifica Juana.

Outra receita bem simples leva: 1 litro de água, suco de meio limão, 2 colheres de chá de açúcar e 2 colheres de vinagre branco. Misture tudo e coloque em um vaso junto com as flores.

Espécies mais resistentes

Para ter uma durabilidade é essencial também conhecer as espécies que se adequam melhor ao seu perfil. Para quem não entende muito de plantas e ainda assim adora ter vasos em casa, a dica é usar e abusar das suculentas. Essa espécie é charmosa, tem diversas formas e cores que fazem delas um item a mais na decoração. São ótimas opções por não exigirem cuidados constantes como regas e se adaptam facilmente a qualquer tipo de ambiente, tanto interno quanto externo.

Entre as flores, a melhor opção é a orquídea plantada diretamente na terra, que não exigem tantos cuidados além das regas. Tanto elas quanto as espadas-de-são-jorge são super indicadas também para ambientes internos. Para quem gosta de cuidar e tem um pouco mais de tempo, os arranjos em vasos podem ser mais divertidos. Para ambientes externos, begônias, cactos e heras são boas pedidas em termos de durabilidade.

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade