PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

5 tipos de divisórias de ambiente com dicas e projetos para se inspirar

As divisórias são necessárias em qualquer projeto de arquitetura. Veja exemplos de divisórias em madeira, drywall, tecido, vidro e cobogó.

20 abr 2024 - 19h28
Compartilhar
Exibir comentários

As divisórias de ambientes são necessárias em qualquer projeto de arquitetura, elas delimitam cada cômodo e, quando utilizadas adequadamente, colaboram com a otimização do espaço. Mesmo em ambientes integrados - a tendência das casas e apartamentos contemporâneos - as divisórias ainda aparecem, mesmo que de forma não tradicional, em modelos vazados ou móveis.

Projeto de Traama Arquitetura.
Projeto de Traama Arquitetura.
Foto: Fred Schueler/Casa.com.br / Casa.com

Confira abaixo alguns tipos de divisórias e dicas de uso oferecidas pelo Shopping Interlar Interlagos:

1. Divisória de ambiente de madeira

Projeto de Ana Toscano Arquitetura.
Projeto de Ana Toscano Arquitetura.
Foto: Júlia Ribeiro/Casa.com.br / Casa.com

Se a busca é por uma decoração mais natural e rústica, mas sem perder a elegância, as divisórias de ambiente de madeira são uma ótima opção. São muitos os modelos que se utilizam desse material, mas os chapados lisos, os vazados ou os de treliça são os mais procurados.

-
-
Foto: Shopping Interlar Interlagos/Divulgação / Casa.com

A madeira também é muito usada em biombos, que têm a vantagem de ser divisórias móveis, permitindo a mudança da configuração do ambiente.

2. Divisória de ambiente de tecido

https://br.pinterest.com/pin/1065945805540824885/

Divisórias de ambiente de tecido são simples e funcionais. As cortinas de tecidos opacos, funcionam bem para quem precisa de ambientes bem protegidos da luminosidade. Já os tecidos mais leves, translúcidos permitem a passagem de luz natural de uma forma mais suave. Biombos feitos de tecidos também são uma boa opção de divisória, com a vantagem de serem móveis, adaptando-se às necessidades de mudança.

3. Divisória de ambiente de drywall

Na sala de jantar realizada pela arquiteta Carina Dal Fabbro, o sistema drywall foi empregado para o forro: além da qualidade e a estética do material, por aqui a estrutura contribuiu para esconder a tubulação de ar-condicionado.
Na sala de jantar realizada pela arquiteta Carina Dal Fabbro, o sistema drywall foi empregado para o forro: além da qualidade e a estética do material, por aqui a estrutura contribuiu para esconder a tubulação de ar-condicionado.
Foto: Rafael Renzo/Casa.com.br / Casa.com

Para quem necessita de divisórias fixas, incorporadas à decoração da casa, o uso do drywall é sem dúvida uma pedida das mais práticas. De fácil instalação, esse material se adapta a qualquer espaço e permite que se crie nichos de decoração na própria divisória além de embutir a iluminação garantindo um toque a mais de sofisticação aos ambientes.

4. Divisória de ambiente de vidro

Projeto de Mariana Monnerat.
Projeto de Mariana Monnerat.
Foto: Felipe Figueiredo/Casa.com.br / Casa.com

A maior vantagem desse tipo de divisória é permitir a passagem da luz natural. Nas residências, ela aparece com frequência na separação da cozinha e lavanderia, mas também pode ser aplicada de jeitos mais inusitados, como neste quarto, com tijolinhos de vidro.

Projeto de Três E+ Arquitetura e Design.
Projeto de Três E+ Arquitetura e Design.
Foto: Júlia Tótoli/Casa.com.br / Casa.com

As opções de vidros canelados e jateados para locais que exigem mais privacidade amplia ainda mais o leque de possibilidades.

5. Divisória de ambiente de cobogó

Projeto de Lívia Ornellas.
Projeto de Lívia Ornellas.
Foto: Re Freitas/Casa.com.br / Casa.com

Cobogó é a denominação dada ao elemento vazado, normalmente feito de cerâmica, barro ou cimento, que, usado como divisória de ambientes, assegura maior ventilação e luminosidade no espaço.

Projeto Loft 7 Arquitetura.
Projeto Loft 7 Arquitetura.
Foto: Divulgação/Casa.com.br / Casa.com

Disponíveis em cores e formas variadas, eles conseguem dividir sem segregar os ambientes completamente e dão um charme especial onde são aplicados.

Projeto de Pietro Terlizzi.
Projeto de Pietro Terlizzi.
Foto: Guilherme Pucci/Casa.com.br / Casa.com
Casa.com
Compartilhar
Publicidade
Publicidade