5 eventos ao vivo

Cinco dicas ensinam a escolher uma clínica estética segura

  • separator
  • 0
  • comentários

Cada vez mais presentes na rotina de beleza do público feminino, os tratamentos estéticos são capazes de amenizar todos os efeitos provocados pelo envelhecimento precoce e o ganho de quilinhos extras na balança, ajudando a elevar a autoestima e a mudar pra valer a aparência registrada em frente ao espelho.

As adeptas de tratamentos estéticos devem ficar atentas ao colocar os pés dentro de uma clínica para evitar que a cútis sofra com os reflexos que uma má escolha pode ocasionar
As adeptas de tratamentos estéticos devem ficar atentas ao colocar os pés dentro de uma clínica para evitar que a cútis sofra com os reflexos que uma má escolha pode ocasionar
Foto: Michaeljung / Shutterstock

Mas antes de optar pelo procedimento ideal, as adeptas das técnicas de beleza devem ficar atentas ao eleger a clínica estética de sua preferência para que a cútis não sofra com os reflexos de uma má escolha. Por isso, veja, a seguir, as cinco dicas básicas que devem ser levadas em consideração para que os seus desejos sejam atendidos de forma adequada, eficaz e segura. 

Especialistas autorizados
É indispensável verificar se o médico responsável pelo estabelecimento é um dermatologista credenciado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) ou um cirurgião plástico ligado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), já que esses profissionais estão aptos a realizar todos os tipos de tratamentos estéticos sem oferecer nenhum tipo de risco à saúde.

“Vale lembrar que procedimentos como a aplicação de toxina botulínica e os preenchimentos, assim como alguns tipos de laser, só podem ser aplicados por médicos especializados”, afirma Juliana Carnevale, dermatologista, membro efetivo da SBD e diretora da Clínica Dra. Juliana Carnevale, do Rio de Janeiro.

Materiais descartáveis
Além de manterem a limpeza da clínica estética em dia e, principalmente, apropriada para a realização dos tratamentos, os profissionais do estabelecimento devem usar apenas materiais descartáveis e esterilizados, por questões de higiene e risco de contaminações, seguindo corretamente todas as normas técnicas de manipulação. Por isso, o ideal é escolher o lugar com base na indicação de parentes e amigos ou optar, ainda, por redes bem conceituadas no mercado estético.

Promessas milagrosas
Nunca acredite na eficácia de tratamentos que prometem eliminar de vez as celulites e gordurinhas localizadas. Lembre-se que a recomendação dos especialistas é associar os diversos benefícios dos procedimentos estéticos com bons hábitos alimentares e atividade física, principalmente para quem deseja conquistar resultados duradouros e satisfatórios, além de uma melhora na saúde e qualidade de vida.

Preços muito reduzidos 
Quando os tratamentos estiverem disponíveis por um valor diferente do encontrado no mercado, o mais indicado é procurar o histórico da clínica em sites e páginas referenciais da internet. Mesmo em épocas de promoções, é imprescindível ter certeza de que você está pagando por um serviço de qualidade. Se preferir, tente negociar com o estabelecimento e acerte 50% do pagamento ao final do procedimento.

Ainda segundo a especialista, também é legal verificar se a clínica oferece horários flexíveis para atendimento. Desconfie se o estabelecimento funcionar diariamente fora do horário comercial (das 8h às 18h).

Equipamentos liberados pela Anvisa
Outro ponto bastante importante é checar se a clínica utiliza aparelhos que apresentem a aprovação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (ANVISA). “Isso mostra que houve uma fiscalização no local, além de comprovar que os equipamentos utilizados são legalizados no Brasil”, explica Juliana.

Se você for realizar algum tratamento com laser, não se esqueça de exigir óculos de proteção adequados. Além disso, certifique-se de que todos os aparelhos usados na clínica passem por uma manutenção periódica e preventiva.

Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade