0

Composto 'mágico' anti-idade é encontrado em produtos de uso diário

10 jun 2013
13h10
atualizado às 13h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Será que existe um creme capaz de tratar melhor as rugas do que o botox? Será possível fugir das agulhas? E se fosse dito que um ingrediente mágico não só existe, como também é usado na composição de vários cremes que estão nas prateleiras de todas as farmácias e supermercados?

<p>Cremes com matrixyl na composição são mais eficientes no tratamento do envelhecimento da pele</p>
Cremes com matrixyl na composição são mais eficientes no tratamento do envelhecimento da pele
Foto: Getty Images

O site inglês Daily Mail informou que uma pesquisa da Reading University recentemente identificou o matrixyl, um composto químico contido em produtos de uso diário, como um antirrugas realmente eficaz. 

No entanto, apesar da sua capacidade de rejuvenescimento da pele, o composto não é divulgado, mas sabe-se que o matrixyl é um estimulante natural de produção de colágeno e, aparentemente, pode dobrar a quantidade da proteína fabricada pela pele, além de recuperar rapidamente peles maltratadas pelo sol.

Segundo o site inglês, este agente combinado ao ácido hialurônico pode ser a fórmula perfeita para manter a pele cada vez mais jovem. Segundo especialistas, a inclusão deste composto químico pode ser o segredo que determina quais cosméticos realmente funcionam e quais não. O matrixyl é encontrado em alguns cremes de marcas mais acessíveis, como Olay e Pond's, assim como em produtos da Chanel e Dior . 

"Nós sabemos que o matrixyl é eficiente, mas as empresas de comésticos querem que seus consumidores acreditem que a eficácia do produto está vindo de uma fórmula exclusiva do produto deles, que só eles têm. Por isso, a cada dia eles inventam novas fórmulas e preferem não divulgar que o matrixyl já foi descoberto e que todas as empresas o usam", explica Olga Gracioso, da Sederma, empresa francesa que foi a primeira a patentear o composto, no ano 2000.

O primeiro estudo sobre o matrixyl foi publicado apenas em 2005 por cientistas da marca Procter & Gamble e comprovou resultados efetivos. Os estudiosos avaliaram 93 mulheres com idades entre 35 e 55 anos por três meses e, de acordo com eles, a região do rosto que recebeu creme com o composto químico "teve uma significante melhora na redução de linhas finas e rugas".

O pouco conhecimento do matrixyl é resultado de um massivo projeto de marketing, que leva os consumidores a encontrarem sempre disponível no mercado algum creme novo e milagroso que foi recém-descoberto. Esta regra aumenta a receita e nunca termina com os lucros deste mercado.

"Parte do problema da indústria de cosméticos é que, mesmo que algo funcione, vender uma maior quantidade de produtos é mais importante do que vender aqueles com melhor qualidade", diz um cientista que não quis se identificar.

Este sistema parece não ter lógica, mas £ 2 bilhões (equivalente a R$ 6,48 bilhões) giram por ano no mercado. As marcas sempre lançam produtos com diferentes fragrâncias, texturas e óleos  e o matrixyl tem sido colocado na composição deles há anos, mas como as empresas já usam o composto, eles não focam nele para a venda e, sim, nestas pequenas novidades.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade