2 eventos ao vivo

'Até chorava', diz Jaque Khury ao perder 28 kg pós-gravidez

Ela se restringiu a uma dieta de 500 calorias por dia durante um mês, o que a fez perder 12 kg

11 ago 2014
10h32
atualizado às 13h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Quem vê Jaque Khury hoje, com abdômen em dia seis meses após dar a luz, quase não acredita que ela chegou a engordar 28 kg durante a gravidez do seu primeiro filho, Gael. Trabalhando como modelo desde os 18 anos, sempre se viu às voltas com dietas, regras e muita malhação.

Siga Terra Estilo no Twitter

Grávida, optou por relaxar. “Sinceramente eu não me abalei. Na gravidez eu comi de tudo, e todo dia comia um x-burguer escondida do meu marido”, diz, afirmando que ele era quem a estimulava a comer de forma mais saudável para não sofrer muito com as consequências depois.

E elas vieram. “Cheguei aos 87 kg no dia do parto. A minha fome aumentou e o meu psicológico também me liberou. Foi tanto tempo fazendo dieta, desde os 18 controlando. Então pensei ‘vou comer que nem gente’”.

A taxa de gordura, que hoje gira em torno de 20%, chegou aos 32% durante a gestação. As celulites também se instalaram nas pernas, e o bumbum ficou maior. “Tive muito inchaço e retenção de líquido”, lembra.

<p>Pesando 58 kg, Jaque Khury comemora a boa forma pós-gravidez</p>
Pesando 58 kg, Jaque Khury comemora a boa forma pós-gravidez
Foto: Arquivo Pessoal/Alan Morici / Terra

Dieta para perder: 500 calorias por dia
Jaque, que também é ex-BBB e ex-Panicat, conta que pouco tempo após o nascimento se jogou em uma dieta altamente restritiva, conhecida como “dieta do HCG”, que inclui injeção de hormônio, vitaminas e a ingestão de apenas 500 calorias por dia.

Ela recebeu muitas críticas por isso, já que as recomendações durante o período de amamentação excluem qualquer tipo de dieta restritiva.

Porém, ela se defende explicando que de fato não conseguiu amamentar, devido a uma cirurgia que fez para reduzir a prótese de silicone há alguns anos. “Antes eu tinha 520 ml de silicone, reduzi para 300 ml. Foi uma cirurgia que mexeu muito com estrutura das mamas, e o médico na época disse que se um dia eu engravidasse, talvez não conseguisse amamentar”, lembra.

<p>Tapioca é aliada na dieta de Jaque</p>
Tapioca é aliada na dieta de Jaque
Foto: Alan Morici / Terra

Após alguns dias do nascimento, já com o inchaço diminuído, Jaque notou que havia estagnado nos 70 kg, e por isso procurou um médico e decidiu apostar na dieta, que não permitia o consumo de nenhum tipo de carboidrato. “Na primeira semana eu até chorava”, conta, lembrando que mandou embora 12 kg em quatro semanas.

Por ser uma dieta muito restrita, deve ser acompanhada de especialista e jamais deve ultrapassar um mês.

Dieta para manter: 1200 calorias por dia
Passado este primeiro mês, Jaque evoluiu para uma dieta de 1200 calorias por dia – sempre com acompanhamento médico – que ainda assim é pouco para a maioria das pessoas. O treino também já voltou ao normal, coisa que não conseguia fazer nos primeiros dias de Gael.

Durante a gravidez, continuou fazendo musculação, mas um treino mais específico, e também aula de localizada, hidro, tudo muito focado para mães.

Agora, com 58 kg, tenta ir para a academia de três a quatro vezes por semana, 40 minutos por dia. “Prefiro no meu tempo livre ficar com o Gael, então vou muito rápido para a academia. Misturo aeróbico e musculação, sempre revezando um exercício para músculos superiores, com inferiores.”

Marmitas
Como faz muitos trabalhos na rua, Jaque costuma sair munida de marmitas com os alimentos do dia. A dieta inclui itens como tapioca com peito de peru, geleia zero, chás, castanhas, frutas, whey protein, leite e iogurte sem lactose.

No almoço e no jantar, ela aposta no hambúrguer de patinho, que faz em casa mesmo, com a carne moída e temperos.

Arroz e feijão também não fazem parte do dia a dia da ex-panicat, e a proteína geralmente é acompanhada de batata doce. “Me tira a vontade de comer doce e prefiro ao arroz integral”.

Jaque também come a cada três horas, então geralmente tem na bolsa térmica que leva à tiracolo uma barrinha de proteína, sem glúten e sem lactose, melão ou pera picados.  

<p>Para recuperar antiga forma, ex-Panicat come apenas 1200 calorias por dia</p>
Para recuperar antiga forma, ex-Panicat come apenas 1200 calorias por dia
Foto: Alan Morici / Terra

Variações
Para quebrar a rotina do plano alimentar, Jaque costuma apostar na culinária japonesa. Em restaurantes, evita as opções com arroz, que “têm muito açúcar”, e prefere o sashimi de atum.

Em casa, também gosta de algumas opções árabes, como charutinho de repolho com arroz integral e patinho moído, abobrinha recheada, kafta, quibe assado e salada fatuche com semente de romã, pepino, tomate e alface. “O segredo para você conseguir uma alimentação melhor são os temperos”, indica.

Como costuma usar pouco sal, para dar sabor aos alimentos não abre mão de ingredientes como alho-poró, cebolinha e pimenta síria.

Louca por doce
Embora seja maníaca por doce, Jaque diz que tenta comer o mínimo possível. “Se eu exagerei muito em um dia, no dia seguinte faço uma dieta detox, só sopa e sucos, sem carboidrato.”

Para as grávidas ou recém-mamães que sofrem do mesmo problema, ela indica o uso da geleia zero como recheio de tapioca, gelatina zero e mesmo o café com leite, que, segundo ela, dá uma segurada no desejo.

Os sucos de fruta também ajudam neste quesito, e entre as dicas estão o de morango com leite ou o de melancia, que praticamente não têm calorias.

Voltando à forma
Outra coisa importante no processo de emagrecimento é poder contar com a parceria de pessoas que também adotem o estilo de vida saudável.  “Se eu fosse casada com alguém que só comesse besteira, eu ia dar minhas escapadas”, disse, afirmando que o marido também é empenhado na alimentação e nos exercícios físicos.

Para as mães que estão apavoradas com os quilos extras, o segredo é tentar encontrar o equilíbrio. “Se for natural, devagarinho, você consegue chegar em algo mais definitivo, mais interessante”, indica. 

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;De 15 a 235 kg, veja casos de quem conseguiu perder peso&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade