PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Desfile da Victoria's Secret voltará após intervalo de 6 anos

A marca de lingerie anunciou que retomará o desfile, mas sem especificar a data, e indicou que haverá algumas mudanças no formato do evento.

15 mai 2024 - 18h09
(atualizado às 18h42)
Compartilhar
Exibir comentários
Modelos, entre elas as brasileiras Lais Ribeiro (segunda da esquerda para a direita) e Adriana Lima (de braços levantados ao centro) no desfile da Victoria's Secret em 2018, em Nova York
Modelos, entre elas as brasileiras Lais Ribeiro (segunda da esquerda para a direita) e Adriana Lima (de braços levantados ao centro) no desfile da Victoria's Secret em 2018, em Nova York
Foto: J. Lee/FilmMagic

O popular desfile anual da Victoria's Secret, com supermodelos usando sutiãs incrustados de joias e asas de anjo, retornará na temporada de outono (do hemisfério norte) após um intervalo de quase seis anos.  

A varejista de lingerie anunciou em uma publicação no Instagram nesta quarta-feira que retomará o desfile, sem especificar uma data, e indicou que haverá algumas mudanças no formato do evento.  

O desfile, famoso por suas montagens extravagantes no palco, figurinos complexos e sutiãs avaliados em milhões de dólares, já contou com a participação de algumas das principais modelos do mundo, como Adriana Lima, Naomi Campbell e Bella Hadid, além de performances musicais de artistas como Rihanna, Taylor Swift e Justin Bieber.  

"O Victoria's Secret Fashion Show 2024 vai entregar exatamente o que nossas clientes têm pedido -- glamour, passarela, moda, diversão, asas, entretenimento --, tudo através de lentes poderosas e modernas que refletem quem somos hoje em dia", disse a empresa à Reuters.  

Em 2019, a varejista, que era uma subsidiária da empresa L Brands, cancelou o desfile dizendo que era "importante evoluir o marketing da Victoria's Secret".  

Na época, a L Brands enfrentava uma série de problemas, incluindo queda das vendas de sua lingerie cara, pressão de investidores ativistas e críticas cada vez maiores contra uma imagem da marca antiquada e por lingeries que não eram inclusivas a todos os tipos de corpos.  

Em 2021, a L Brands se dividiu em duas unidades públicas - Bath & Body Works e Victoria's Secret. As vendas da varejista de lingeries continuaram a cair após a separação.  

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade