PUBLICIDADE

Voluntário que se acidentou ao ajudar vítimas no RS morre após 18 dias

A morte de Adroaldo Gabana, de 39 anos, foi confirmada pela Prefeitura de Ciríaco (RS)

26 mai 2024 - 17h33
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O voluntário Adroaldo Gabana, de 39 anos, morreu em decorrência de traumatismo craniano remanescente de acidente ocorrido em Muçum (RS), a 152 km da capital Porto Alegre, onde auxiliava vítimas de enchente. O velório será realizado em São Jorge (RS).
Adroaldo Gabana, de 39 anos, morreu neste final de semana, após sofrer traumatismo craniano e passar 18 dias internado.
Adroaldo Gabana, de 39 anos, morreu neste final de semana, após sofrer traumatismo craniano e passar 18 dias internado.
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O voluntário Adroaldo Gabana, de 39 anos, morreu neste final de semana, após sofrer traumatismo craniano e passar 18 dias internado. A morte foi confirmada pela Prefeitura de Ciríaco (RS), cidade em que o voluntário vivia. 

"A Prefeitura Municipal se solidariza com os familiares de Adroaldo Gabana. Manifestamos também agradecimentos pela contribuição no esporte do município", disse a publicação compartilhada nas redes sociais neste domingo, 26. 

Adroaldo foi hospitalizado no dia 8 de maio após sofrer um grave acidente ao ajudar vítimas da enchente na cidade de Muçum, localizada a 152 km da capital Porto Alegre. O voluntário caiu e bateu a cabeça, sofrendo um grave traumatismo craniano. Desde então, ele estava internado, em estado grave, no Hospital Bruno Born (HBB), em Lajeado. Segundo o jornal Zero Hora, a causa do óbito foi uma morte encefálica.  

O velório acontecerá a partir das 21h deste domingo, 26, na Capela Mortuária do município de São Jorge (RS), até às 8h de amanhã. Gabana deixa a esposa e uma filha de 7 anos. 

A Prefeitura de Muçum, cidade onde o voluntário se acidentou, também emitiu uma nota de pesar. O comunicado ressalta que Adroaldo "será sempre lembrado pela sua bondade e generosidade com nosso município e pelos seus serviços prestados em apoio a todo Rio Grande do Sul. Ele nos deixa um lindo legado de amor e solidariedade". 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade