PUBLICIDADE

Menina de 6 anos é encontrada morta debaixo de escombros após fortes chuvas no RJ

Secretário de Defesa Civil do Rio, coronel Leandro Monteiro, confirmou a informação e lamentou a morte nas redes sociais

23 fev 2024 - 22h13
(atualizado às 23h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Bombeiros localizaram o corpo de uma menina de 6 anos, vítima do forte temporal que atingiu a região Sul do Estado do Rio de Janeiro, que já soma 9 mortes até o momento.
Buscas por menina desaparecida após deslizamento em temporal duraram 48 horas
Buscas por menina desaparecida após deslizamento em temporal duraram 48 horas
Foto: Reprodução/TV Rio Sul

Os bombeiros localizaram, na noite desta sexta-feira, 23, o corpo de uma menina de 6 anos, vítima do forte temporal que afetou a cidade de Mendes e outros municípios do Rio de Janeiro. A vítima, identificada como Juliana Ribeiro Adão, foi encontrada após 48 horas de buscas.

O Rio passa a contabilizar nove mortes em decorrência do temporal que atingiu a região sul do Estado na última quarta-feira, 21. A informação é do secretario de Defesa Civil do Rio de Janeiro e comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio, coronel Leandro Monteiro.

"Após 48 horas de muito trabalho do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, acabamos de encontrar a vítima que estava soterrada no município de Mendes. É uma menina de apenas seis anos. Infelizmente sem vida. Que Deus conforte o coração da família. Todos nós estamos muito tristes com essa tragédia", publicou Monteiro.

Em Mendes, um deslizamento de terra na madrugada de quinta-feira, 22, destruiu casas no bairro Grotão. Em uma delas, Juliana estava com a mãe e o irmão, resgatados com vida. A menina estava desaparecida desde então. A mulher precisou ser socorrida e hospitalizada, informou a corporação. 

Especialistas em resgates em desabamentos e soterramentos, cães farejadores do canil do Corpo de Bombeiros e alunos do curso de Operações de Salvamento em Desastres (COSD) da corporação atuaram nas operações de busca. 

Vítimas de temporal no RJ

A morte de Juliana soma-se a outras oito já contabilizadas no Rio de Janeiro em decorrências do forte temporal. Outras centenas de pessoas ficaram desalojadas, pois a água invadiu casas e comércios.

Além de Mendes, as vítimas são de Barra do Piraí, Japeri e Nova Iguaçu --cidades que estão em estado de emergência e tentam minimizar os prejuízos para os habitantes. Entre as vítimas, estão um bebê de 8 meses, uma criança de 2 anos e um casal.

Saiba quem são as vítimas do temporal no RJ:

  • Lígia Maria de Carvalho, aproximadamente 60 anos; 
  • Bruno de Carvalho, filho de Lígia, que não teve a idade divulgada; 
  • Gael Oliveira de Carvalho, neto de Lídia, de 8 meses; 
  • Inara de Oliveira, nora de Lígia, não teve a idade divulgada;
  • Roberto Mesquita, 59 anos;
  • Felipe Machado, 37 anos;
  • Ana Carolina Sodré, 24 anos; 
  • Calebe Jefferson Veloso Costa, 2 anos;
  • Juliana Ribeiro Adão, 6 anos.

7 a cada 10 brasileiros já foram impactados por evento extremo associado à mudança climática 7 a cada 10 brasileiros já foram impactados por evento extremo associado à mudança climática

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade