PUBLICIDADE

Segundos pilotos de Red Bull e Mercedes se destacam na F1

Apesar do bom desempenho de Perez e Bottas, as atenções estiverem voltadas para mais uma polêmica entre Verstappen e Hamilton

22 out 2021 18h32
ver comentários
Publicidade
Perez leva seu Red Bull pelo Circuito das Américas
Perez leva seu Red Bull pelo Circuito das Américas
Foto: Red Bull / Twitter

Mercedes e Red Bull foram as melhores equipes no primeiro dia de atividades do Grande Prêmio dos EUA. Mas, ao contrário do que nos acostumamos ao longo do ano, os protagonistas não foram Lewis Hamilton e Max Verstappen. 

Na primeira sessão de treinos livres, a Mercedes mostrou desempenho de sobra e Valtteri Bottas foi o mais rápido. Já no segundo treino livre, as coisas ficaram mais equilibradas e a Red Bull foi mais rápida. Com Sergio Perez. 

E nem em um dia em que os segundos pilotos lideram eles têm os holofotes. O grande acontecimento do dia foi mais um capítulo da disputa entre Hamilton e Verstappen. Os dois disputaram posição ferrenhamente no TL2, com direito a ofensas via rádio e por sinal por parte de Max. 

Outro ponto que chamou a atenção foram as ondulações no asfalto do Circuito das Américas, algo que já havia sido apontado como uma preocupação para essa etapa. Assim que os carros saíram à pista, mesmo ainda em velocidades baixa, as oscilações no piso eram perceptíveis. O trecho mais crítico é o setor 1, uma sequência de curvas de alta velocidade. Isso torna a situação particularmente complicada, pois é justamente nesse tipo de curvas em que a pressão aerodinâmica mais influencia na performance.  

Bottas vem pela reta oposta do Circuito das Américas F1.jpg
Bottas vem pela reta oposta do Circuito das Américas F1.jpg
Foto: F1 / Twitter

Mercedes sobra no TL1 
A sessão foi interrompida logo no primeiro minuto por um problema no Alpine de Fernando Alonso. Os fiscais demoraram longos 10 minutos para remover o carro azul da área de escape e liberar a pista. Alonso perdeu a maior parte da sessão, mas a equipe conseguiu deixar seu carro pronto a tempo de voltar ainda no primeiro treino livre. 

Entre os ponteiros, Lewis Hamilton, da Mercedes, e Sergio Perez, Red Bull, se intercalaram com o melhor tempo na primeira meia hora. Sebastian Vettel, que cumprirá punição por trocar de motor de seu Aston Martin, chegou a fazer o melhor tempo, mas teve sua volta deletada por passar o limite da pista na curva 9. 

Na meia hora final, Max Verstappen pôs pneus macios e tomou para si a primeira posição, mas logo foi superado por Hamilton, que fez o mesmo e abaixou o tempo do rival em quase 1 segundo. Valtteri Bottas, que, estranhamente, vai trocar parte do motor pela terceira vez em quatro corridas e também perderá posições no grid, foi outro a colocar pneus macios novos e subir o sarrafo: com o tempo de 1min34s874, ele não foi superado e fechou a sessão como o mais rápido. 

Mesmo com pequenas rodadas de Nikita Mazepin, Kimi Raikkonen, escapada de Lando Norris e até um leve toque entre Sergio Perez e Mick Schumacher, a sessão não teve bandeiras vermelhas além da provocada pela quebra de Alonso nos primeiros minutos. 

Bottas e Hamilton acabaram separados por apenas 0s045, com Verstappen 0s932 atrás do líder. Uma distância que, de cara, colocou a Mercedes como a grande favorita do fim de semana. Fechando o top 10, vieram: Leclerc, Sainz, Gasly, Perez, Norris, Giovinazzi e Raikkonen. 

Verstappen e Hamilton duelam em pleno treino livre
Verstappen e Hamilton duelam em pleno treino livre
Foto: F1 / Twitter

No TL2, novo capítulo da disputa Hamilton-Verstappen  
O grande momento da sexta-feira aconteceu aos 10 minutos do segundo treino livre. Como em uma disputa por posição, Hamilton e Verstappen – sempre eles! –  andaram emparelhados quase se tocando por algumas curvas, até Hamilton passar o holandês. Max não gostou, xingou pelo rádio e mostrou o dedo médio ao rival. Clima esquentando para o final da temporada. 

O tempo mais rápido mudou de mãos várias vezes. Lance Stroll, Valtteri Bottas e Lewis Hamilton chegaram a ocupar a posição de honra por algum tempo, mas o melhor tempo ficou com Sergio Perez desde antes da metade da sessão, com uma volta de 1min34s946. Curiosamente, tempo mais alto que o primeiro treino livre, o que não é comum de acontecer. 

As McLaren foram bem, com Lando Norris em 2º lugar e Daniel Ricciardo em 5º melhor. Entre eles, ficaram as Mercedes, com Hamilton à frente de Bottas. Verstappen tentou abrir volta rápida por duas vezes, mas foi atrapalhado e desistiu, preferindo focar em testar seu ritmo de corrida. 

A sessão não teve bandeiras vermelhas. A maior ocorrência, além do entrevero Hamilton-Verstappen, foi uma escapada de Alonso sem maiores consequências. O top 10 ficou com: Perez, Norris, Hamilton, Bottas, Ricciardo, Stroll, Leclerc, Verstappen, Sainz e Giovinazzi 

Os carros voltam à pista amanhã, 23, para a última sessão de treinos livres, às 15 horas, e para a classificação às 18 horas. A corrida é domingo, 24, com largada programada para 16 horas.

 

Resultados do Treino Livre 2 do GP das EUA
Resultados do Treino Livre 2 do GP das EUA
Foto: F1 / Twitter

 

Parabólica
Publicidade
Publicidade