PUBLICIDADE

Reviravolta! Piastri nega que tenha assinado com Alpine F1

Pouco depois de a Alpine e a F1 anunciarem Oscar Piastri para 2023, piloto surge em redes sociais afirmando que não correrá pela equipe

2 ago 2022 - 16h27
Ver comentários
Publicidade
Depois de anunciado pelo equipe, Piastri negou ter assinado qualquer contrato
Depois de anunciado pelo equipe, Piastri negou ter assinado qualquer contrato
Foto: Alpine / Twitter

Com as férias de agosto da Fórmula 1, as notícias saem da pista e vão para os bastidores. É o período de auge das especulações, negociações e contratações. É a chamada silly season. E a silly season 2022 começou com tudo!

O pontapé inicial foi o anúncio da aposentadoria de Sebastian Vettel. A Aston Martin foi atrás de Fernando Alonso, que estava em um impasse para renovar com a Alpine por uma questão de tempo de contrato. Alonso chegou a um acordo com a Aston Martin, iniciando em 2023, e comunicou sua saída da Alpine na segunda-feira, 1º de agosto. Guarde essa data.

Coube à Alpine, então, preencher o espaço vago e movimentar a dança das cadeiras. A opção número 1 seria Oscar Piastri, piloto da academia da própria equipe e atualmente o reserva do time. Hoje, 02 de agosto, a Alpine e a própria Fórmula 1 comunicaram que Piastri correrá pela equipe a partir de 2023. Como escrevemos aqui, a escolha era a mais lógica.

Mas a história teve uma reviravolta poucas horas depois. Piastri, que não havia se manifestado após o anúncio da equipe e nem dado uma declaração para a matéria oficial do site da F1, surgiu em suas redes sociais com uma bomba: “Sem o meu acordo, a Alpine F1 divulgou um comunicado à imprensa no final da tarde de que eu irei pilotar para eles em 2023. Isso está errado e eu não assinei contrato com a Alpine para 2023. Não vou pilotar pela Alpine no próximo ano."

A história é muito parecida com a de Alex Palou e a equipe Chip Ganassi, na Fórmula Indy, poucas semanas atrás. Na ocasião, Palou, que é o atual campeão da categoria, firmou um acordo com a McLaren para 2023, mas a Ganassi, atual empregadora do piloto, anunciou a renovação de seu contrato e comunicou à imprensa. Palou veio a público dizer que não renovou e que está de malas prontas para a McLaren - sem dizer em qual categoria. Já a Ganassi alega que tinha a prerrogativa de estender o vínculo. A história foi parar nos tribunais e segue gerando debates.

E o pivô do imbróglio de Palou pode ser o mesmo da história de Piastri...

O que acontece é que o staff de Piastri, na figura do ex-piloto e atual empresário Mark Webber, se incomodou com a demora da Alpine em definir o que faria. Uma possível renovação com Alonso deixaria o piloto sem vaga por mais um ano.

O que se diz na rádio paddock é que, por contrato, a Alpine perderia a exclusividade sobre Piastri após 31 de julho. A partir dessa data, ele estaria livre para negociar e assinar um pré-contrato com outras equipes. Alonso definiu sua situação um dia depois desse prazo, em 1º de agosto, a data que citamos lá no começo desse texto. Se foi apenar uma coincidência ou se foi intencional, para plantar a semente do caos, nunca saberemos...

Nesse meio tempo, Piastri pode ter avançado em negociações com outra equipe. Ainda não se sabe ao certo qual, mas os boatos dão conta de que se trata da... McLaren. Sim, a mesma McLaren que negociou com Alex Palou e motivou um anúncio unilateral da então equipe do piloto. Mesmíssima história aqui.

Fato é que, com base em sua declaração, Piastri diz categoricamente que não vai correr pela Alpine em 2023. Mas não fala nada sobre não correr na Fórmula 1. O posicionamento dá a entender que há algo muito bem encaminhado para o australiano na categoria. Os próximos dias serão cruciais nessa história.

E pode sobrar para Daniel Ricciardo. O australiano tem contrato com a McLaren para 2023 e diz querer cumpri-lo. Acontece que o documento tem uma cláusula que permite o encerramento ao fim de 2022, caso seja do interesse do piloto. E esse interesse pode muito bem surgir, caso se chegue a um belo acordo. Ainda mais se a Alpine deixar as portas abertas para um possível retorno...

Parabólica
Publicidade
Publicidade