PUBLICIDADE

F1: Verstappen se aproveita de batida de Leclerc, vence e dispara

Max Verstappen vence o GP da França após Charles Leclerc bater enquanto liderava. Lewis Hamilton é 2º em pódio com duas Mercedes

24 jul 2022 - 11h42
Ver comentários
Publicidade
Verstappen no cirucito de Paul Ricard
Verstappen no cirucito de Paul Ricard
Foto: Pirelli Motorsport / Twitter

Max Verstappen é mais líder do que nunca. O holandês da Red Bull largou em 2º, atrás de Charles Leclerc, e continuava atrás do piloto da Ferrari até a volta 18. Foi quando Leclerc passou reto na curva 11 e bateu, abandonando a prova. O acidente pode ter sido causado por um problema no pedal do acelerador.

Sem Leclerc pelo caminho, Verstappen rumou para uma vitória tranquila, sua sétima na temporada. Com os 25 pontos conquistados e com Leclerc zerado, Max abre uma vantagem bastante confortável de 63 pontos de vantagem sobre o rival da Ferrari.

O 2º foi Lewis Hamilton, que passou Sergio Perez na largada e também se aproveitou do abandono de Leclerc. É o quarto pódio seguido do heptacampeão, primeiro deles no segundo degrau. O último lugar do pódio foi ocupado por George Russell, que passou Perez na parte final da prova. Pela primeira vez em 2022, duas Mercedes sobem ao panteão dos três melhores.

Carlos Sainz, da Ferrari, que largou em último, fez boa corrida de recuperação e terminou em 5º. Ele chegou a andar em 3º, mas precisou fazer uma estratégia de uma parada a mais e remar novamente no final da prova. Dadas as circunstâncias, o 5º lugar com volta mais rápida foi um resultado favorável.

Confira abaixo como foi o GP da França de 2022:

A largada do GP da França
A largada do GP da França
Foto: F1 / Reprodução

LARGADA – Leclerc larga bem e se mantém na liderança. Hamilton também parte bem, pulando para 3º, enquanto Alonso passa a ser 5º. Magnussen ganha 7 posições, indo de 20º a 13º. Sainz, de pneus duros, não progrediu tanto na largada.

VOLTA 1/53 – Na chicane da reta Mistral, Ocon força a ultrapassagem sobre Tsunoda, toca pneus com o japonês da AlphaTauri e o faz rodar. Tsunoda cai para último, mas segue na corrida. Ocon viria a ser punido em 5 segundos.

3/53 – Verstappen se aproxima de Leclerc para brigar pelo primeiro lugar. Logo atrás, Perez parte para cima de Hamilton para tentar ser 3º.

5/53 – Russell passa Alonso e assume o 5º lugar.

6/53 – Verstappen coloca por fora no fim da reta Mistral, mas Leclerc se defende e mantém a ponta.

8/53 – Magnussen é o primeiro a parar nos boxes ao trocar os pneus médios pelos duros. Schumacher fez o mesmo na volta seguinte.

16/53 – Verstappen fez sua parada e coloca pneus duros e retorna em 7º, atrás de Norris. Ainda na volta de saída dos boxes ele já despacha Norris e vira 6º. Mais atrás, Sainz passa Ricciardo e chega ao 9º lugar.

Leclerc bate enquanto lidera o GP da França
Leclerc bate enquanto lidera o GP da França
Foto: F1 / Reprodução

18/53 – Leclerc bate no curvão pós reta Mistral. No rádio, muito nervoso, ele reclama do acelerador. Fim de prova para o monegasco e safety car na pista. Correria nos boxes para todos fazerem suas paradas.

19/53 – Tsunoda abandona por problemas no carro causados pelo toque de Ocon. A ordem dos 10 primeiros sob bandeira amarela era: Verstappen, Hamilton, Perez, Russell, Alonso, Norris, Ricciardo, Sainz, Ocon e Stroll.

21/53 (RELARGADA) – Sainz ultrapassa Ricciardo e Norris. As demais posições são mantidas.

22/53 – Sainz passa Alonso e já é 5º. Mais atrás, Zhou e Schumacher se enroscam. Ambos seguem na prova, mas muito prejudicados.

25/53 – Forma-se um comboio entre Hamilton, Perez, Russell e Sainz. Esse bloco já abre 7 segundos em relação à Alonso, logo atrás, e anda cerca de 3 segundos atrás de Verstappen, o líder.

30/53 – Sainz tenta passar Russell na chicane, tira o inglês do traçado ideal e conclui a ultrapassagem na curva após a reta, por fora. Bela manobra do espanhol, que já é 4º.

31/53 – Hamilton comete pequeno erro na curva 2, mas não perde a posição.

Hamilton à frente de Verstappen no GP da França
Hamilton à frente de Verstappen no GP da França
Foto: Petronas Motorsports / Twitter

37/53 – Sainz se aproxima de Perez e arma o ataque. Perez, focado em se defender, vê Hamilton a 2s5.

38/53 – Magnussen força a barra em tentativa de ultrapassagem sobre Latifi e acaba tocando no canadense, fazendo-o rodar. Ao fim da volta, Magnussen recolhe seu carro para a garagem e abandona a prova.

41/53 – Sainz e Perez travam uma linda disputa no setor 3. O espanhol é agressivo e consegue uma excelente ultrapassagem, passando a ser 3º.

42/53 – Russell tenta atacar Perez na chicane e os dois se tocam. Perez fica à frente.

43/53 – Sainz para nos boxes para colocar pneus médios novos. O pit lane longo o faz voltar em 9º.

44/53 – Sainz passa Ocon e Ricciardo e faz a volta mais rápida. Na volta seguinte, passa também Norris.

Carlos Sainz faz bela corrida de recuperação
Carlos Sainz faz bela corrida de recuperação
Foto: FIA / Twitter

48/53 – Alonso é mais uma vítima de Sainz. O ferrarista seguia sendo o piloto mais rápido da pista, fazendo sequência de voltas rápidas. Enquanto isso, Russell seguia pressionando Perez.

49/53 – A Alfa Romeo de Guanyu Zhou quebra e o chinês encosta o carro na área de escape. Safety car virtual.

50/53 – Quando foi dada a bandeira verde, Russell foi mais esperto que Perez e retomou antes do mexicano, ganhando a 3ª posição.

52/53 – Perez tenta dar o troco em Russell, mas não consegue a ultrapassagem.

53/53 – Verstappen vence, seguido por Hamilton, Russell, Perez, Sainz, Alonso, Norris, Ocon, Ricciardo e Stroll.

Parabólica
Publicidade
Publicidade