0

Toyota é a marca mais vendida no mundo; Tesla sobe 46,8%

Ranking mundial de marcas de carros traz a Toyota mais uma vez campeã; Tesla teve desempenho espetacular e já está em 39º lugar

29 jan 2021
19h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Toyota Mirai: carro movido a hidrogênio é um dos orgulhos da marca japonesa.
Toyota Mirai: carro movido a hidrogênio é um dos orgulhos da marca japonesa.
Foto: Toyota / Divulgação

Em 2020, a Toyota alcançou 10,5% de participação no mercado global de carros com vendas de 7,86 milhões. Mesmo perdendo 12,2% de vendas em relação ao ano anterior, a marca japonesa aumentou a diferença em relação aos seguidores durante a crise da Covid-19. Segundo a consultoria Focus2Move, nos últimos anos a participação de mercado da Toyota oscilava entre um mínimo de 9,2% (2016 e 2017) e um máximo de 10% (2019), ficando agora em 10,5%.

“Os japoneses se beneficiam da estratégia de ter concentrado em uma única marca o line-up mais poderoso do mundo”, comenta a Focus2Move. “Eenquanto outros fabricantes montaram diferentes marcas com o objetivo de cobrir mais segmentos de clientes, a Toyota tem apenas uma pequena diversificação em sua estratégia one-brand, com a Lexus no segmento de luxo e a Daihatsu nos veículos pequenos e de baixo custo. Mas o maior fabricante de carros ainda é o Grupo Volkswagen, que soma várias marcas.

Apesar da vitória da Toyota, a maior estrela no fechamento das vendas de 2020 foi a Tesla. A marca americana de carros 100% elétricos teve um crescimento espetacular de 46,8% no ano passado. A marca americana saltou para a 39ª posição, com 533.840 unidades vendidas (+ 46,8%), superando a meta de 500.000 veículos vendidos.

Tesla Model X após o recente facelift: crescimento espetacular da marca de carros elétricos.
Tesla Model X após o recente facelift: crescimento espetacular da marca de carros elétricos.
Foto: Tesla / Divulgação

Voltando ao ranking top 10 global, a Volkswagen, na 2ª posição, perdeu terreno durante a pandemia de coronavírus, “devido à sua grande dependência do mercado chinês, que representa mais de 40% das vendas globais”. Portanto, no ano passado, a Volkswagen deteve obteve 7,6% de participação (-0,4%) com a venda 5,73 milhões de veículos leves (-16,8%).

Apesar de ter desistido de fabricar carros no Brasil, a Ford vai muito bem no mundo. A tradicional marca americana permaneceu na 3ª posição com 4,18 milhões de unidades (-18,3%), seguida pela japonesa Honda (-14,1), que reportou 3,97 milhões de unidades, e pela coreana Hyundai com 3,71 milhões de unidades (-15,2%).

Na 6ª posição, a Nissan obteve 3,48 milhões de vendas (-20,4%), seguida pelo pior desempenho da tabela de classificação, a Chevrolet, que despencou nas vendas (-22,4%) e fechou 2020 com 2,96 milhões de unidades vendidas. Em seguida veio a Kia, que registrou 2,82 milhões de unidades vendidas (-4,6%).

Fechando a tabela de classificação no ranking top 10 global temos mais duas marcas alemãs: a Mercedes na 9ª posição com 2,37 milhões de unidades (-8,2%), seguida da BMW na 10ª posição relatando 2,05 milhões de unidades (-8,4%). Assim, a BMW volta a fazer parte das top 10 marcas de carros do mundo.

Veja também:

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade