PUBLICIDADE

Renegade Moab, o diesel de entrada, ainda vale a pena?

Jeep Renegade Moab chegou com preço atraente. Agora a versão a diesel está mais cara do que o novo Jeep Compass turbo flex

16 abr 2021
0comentários
Publicidade
Jeep Renegade Moab: versão de entrada a diesel melhorou as vendas do SUV.
Jeep Renegade Moab: versão de entrada a diesel melhorou as vendas do SUV.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O Jeep Renegade Moab é um SUV compacto digno de sua fama. Ele foi um dos responsáveis pela escalada de vendas do Renegade nos últimos meses. O carro sustenta a liderança entre os utilitários compactos e já se tornou um dos três carros mais vendidos do Brasil. O Renegade Moab abriu mão de certos luxos, como bancos de couro, e, assim, conseguiu se estabelecer numa faixa de preços interessante para veículos a diesel.

Antes do Renegade Moab, o SUV 4x4 a diesel era menos acessível. O carro tem uma configuração interessante. Além do motor 2.0 turbo diesel de 170 cv e da tração 4x4, o Renegade Moab tem câmbio automático de 9 marchas, seletor de terrenos com 5 modos e controle de descida, multimídia Uconnect 7", ar-condicionado dual zone, sensor de estacionamento traseiro e faróis de neblina. 

Renegade Moab é um carro bastante honesto: entrega versatilidade na medida certa.
Renegade Moab é um carro bastante honesto: entrega versatilidade na medida certa.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Rodamos durante uma semana com o Jeep Renegade Moab e ele agradou em cheio. É um carro maduro. Ele é bastante prático no dia-a-dia e também permite viagens agradáveis, mesmo passando por estradas ruins. Os pneus são de uso misto medida 215/60, o que ajuda bastante na terra. As rodas, escurecidas, têm aro 17. O visual escuro se faz presente também na grade dianteira. O carro também traz dois ganchos pretos (na frente e atrás), que podem ser muito úteis.

O espírito do Renegade Moab é a aventura. Afinal, o nome remete ao deserto dos Estados Unidos que reúne, a cada ano, jipeiros que se aventuram em terrenos off-road. Dentro da linha Jeep, o Renegade Moab é o 4x4 a diesel mais em conta. Os preços são os seguintes:
Renegade Moab - R$ 158.147
Renegade Longitude - R$ 166.002
Renegade Trailhawk - R$ 178.821

Renegade Moab tem tração 4x4, câmbio automático de 9 marchas e rodas pretas.
Renegade Moab tem tração 4x4, câmbio automático de 9 marchas e rodas pretas.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Mais do que os recentes aumentos de preço, o que levanta a dúvida sobre se vale a pena comprar o Renegade Moab é a chegada do novo Jeep Compass 2022 com motor 1.3 turbo flex de 185 cv. Afinal, o Compass parte de R$ 139.990 na versão Sport T270. Carro por carro, o Compass é superior em termos de espaço e também na potência. 

Para quem pensava no Renegade Moab apenas para compensar a pouca potência e o alto consumo da versão flex, o Compass Sport T270 passou a ser um negócio mais interessante dentro da linha Jeep. Há vários consumidores que aderiram ao diesel porque gostavam do Renegade, mas não de seu motor 1.8 flex de apenas 139 cv.

Jeep Renegade Moab vem equipado com motor 2.0 a diesel de 170 cv de potência.
Jeep Renegade Moab vem equipado com motor 2.0 a diesel de 170 cv de potência.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Porém, se a ideia é entrar num SUV 4x4 a diesel por causa de seus atributos off-road e de usabilidade na cidade, o Jeep Renegade Moab continua sendo um bom negócio. O Renegade roda quase 800 km com um tanque de 60 litros. Por ser mais leve, seu consumo é melhor do que o do Renegade Longitude. Ele faz 10,2 km/l na cidade e 12,9 na estrada, com alcance urbano de 612 km e rodoviário de 774 km. 

O câmbio automático de 9 marchas faz trocas quase imperceptíveis. O sistema de tração integral é inteligente. A tração é entregue sob demanda. Em caso de necessidade, dá para fixar a tração 4x4 ou a 4x4 Low (reduzida) com um simples toque no botão do console. Em resumo: um carro bem interessante e que cumpre os requisitos prometidos pela Jeep. A versão Moab está disponível em cinco cores: Verde Recon, Branco Ambiente, Prata Billet, Cinza Antique e Preto Carbon. 

Os números

  • Preço: R$ 158.147
  • Motor: 2.0 turbodiesel
  • Potência: 170 cv a 3.750 rpm
  • Torque: 350 Nm a 1.750 rpm
  • Câmbio: 9 marchas AT
  • Comprimento: 4,232 m
  • Largura: 1,805 m
  • Altura: 1,722 m
  • Entre-eixos: 2,570 m
  • Vão livre: 216 mm
  • Pneus: 215/60 R17
  • Peso: 1.627 kg
  • Porta-malas: 320 litros
  • Tanque: 60 litros
  • 0-100 km/h: 9s9
  • Velocidade máxima: 190 km/h
  • Consumo cidade: 10,2 km/l
  • Consumo estrada: 12,9 km/l
  • Emissão de CO2: 176 g/km
Interior do Jeep Renegade Moab: bancos de tecido confortáveis e volante multifuncional.
Interior do Jeep Renegade Moab: bancos de tecido confortáveis e volante multifuncional.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro
Guia do Carro
Publicidade
Publicidade