0

Primeira geração da picape Fiat Strada dá adeus ao mercado

Lançada em 1998, versão antiga da picape Fiat Strada era vendida apenas na opção Hard Working 1.4 com cabine simples, por R$ 65.490

28 jan 2021
12h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Geração antiga era vendida apenas na versão Hard Working 1.4 com cabine simples, por R$ 65.490.
Geração antiga era vendida apenas na versão Hard Working 1.4 com cabine simples, por R$ 65.490.
Foto: Fiat / Divulgação

Após 23 anos desde o lançamento, a primeira geração da Fiat Strada finalmente se aposentou. A Fiat anunciou na última quarta (27) o fim da produção do modelo, menos de um ano depois da chegada da segunda geração da picape ao mercado. O plano da montadora italiana era manter o modelo mais antigo como uma opção mais acessível no segmento compacto, com preços a partir de R$ 65.490.

No entanto, a diferença para a segunda geração era pequena, já que a Strada Endurance Cabine Plus custa R$ 68.667 (preço válido para São Paulo, capital), com a vantagem de trazer equipamentos como os controles de estabilidade e tração com assistente de partida em rampas, além de todos os equipamentos que já vinham na versão antiga.

Outra vantagem da nova geração é a maior capacidade de carga. Enquanto o modelo mais antigo conta com uma caçamba com capacidade de carga de 705 kg e 1.220 litros, a nova Strada pode levar até 720 kg e 1.354 litros. Por outro lado, a motorização é a mesma: ambas utilizam o 1.4 Fire Evo que entrega 88 cv e 122 Nm de torque, sempre com o câmbio manual de 5 marchas.

Com 23 anos de mercado, o modelo passou por quatro reestilizações e ganhou opções de cabine estendida e dupla.
Com 23 anos de mercado, o modelo passou por quatro reestilizações e ganhou opções de cabine estendida e dupla.
Foto: Fiat / Divulgação

Lançada em 1998, a primeira geração da Strada era um dos carros mais antigos em produção no Brasil. Derivada do primeiro Palio -- com quem compartilhava a plataforma -- a picape recebeu quatro reestilizações e ganhou versões com cabine estendida e dupla, até então inéditas entre as opções compactas, segmento no qual a Strada é líder de vendas.

Impulsionada pela chegada da nova geração, a Strada não só manteve a liderança do segmento no ano passado, como também chegou ao topo das vendas gerais em setembro. Outro destaque foi o fato da picape da Fiat ter sido a única a crescer no segmento em relação às vendas de 2019:

RANKING DAS PICAPINHAS
P. Picape Vendas
2020
Vendas
2019
VAR.
FIAT STRADA 80.041 76.223 +5,01%
VOLKSWAGEN SAVEIRO 30.965 42.270 -26,74%
CHEVROLET MONTANA 6.654 12.524 -46,87%

A chegada da nova geração da Strada deu fôlego ao segmento de picapes compactas, visto que as concorrentes também contam com muitos anos de mercado. Lançada em 2009, a atual geração da Volkswagen Saveiro -- que custa a partir de R$ 59.990 na versão Robust Cabine simples -- também oferece opções de cabine simples, estendida e dupla, e já passou por duas reestilizações.

Além das duas, o segmento também conta com a Chevrolet Montana, que teve a atual geração lançada em 2010, derivada do finado Agile. Ela, por sua vez,  é vendida em versão única (LS), que parte de R$ 77.980.

Apresentada em abril de 2020, a nova Strada chegou a liderar as vendas gerais em setembro. Além disso, foi a única do segmento a crescer em relação a 2019.
Apresentada em abril de 2020, a nova Strada chegou a liderar as vendas gerais em setembro. Além disso, foi a única do segmento a crescer em relação a 2019.
Foto: Fiat / Divulgação

Mesmo com menos de um ano desde o lançamento, a nova geração da Strada deve contar com novidades em 2021. A Fiat prepara a chegada de uma versão automática para a picape, que contará com câmbio CVT e será a única no segmento a contar com essa opção. Outra novidade, essa menos provável para esse ano, pode ser a adoção dos motores Firefly turbo. Eles devem estrear na reestilização da Toro ainda no primeiro semestre deste ano, com opções 1.0 e 1.3.

Veja também:

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade