PUBLICIDADE

McLaren: 10 anos de produção de supercarros de rua

Com mais de 50 anos de história nas pistas, McLaren começou trajetória nas ruas há uma década com o esportivo MP4-12C de 625 cv em 2011

27 out 2021 15h26
ver comentários
Publicidade
Os carrões da McLaren
Os carrões da McLaren
Foto: McLaren / Divulgação

A McLaren está celebrando 10 anos de fabricação de automóveis de rua. A história da marca começou em 1963, quando o piloto, engenheiro e empresário Bruce McLaren fundou sua fábrica e equipe de carros de corrida, e ganhou um novo capítulo em 2011, ano das primeiras entregas a clientes do McLaren 12C, o primeiro supercarro esportivo da montadora, que é reconhecida pelo sucesso na Fórmula 1 e IndyCar.

“A McLaren tem uma conexão muito forte com a história do Brasil na Fórmula 1 e um lugar especial no coração de muitos brasileiros porque Ayrton Senna conquistou seus três títulos mundiais ao volante de carros McLaren. Já sabíamos que haveria essa conexão emocional quando iniciamos as vendas de carros da McLaren no Brasil em 2018”, afirma Henry Visconde, presidente da UK Motors, importadora oficial da McLaren no Brasil.

McLaren F1
McLaren F1
Foto: McLaren / Divulgação

A herança dos carros de rua da McLaren remonta a 1969, quando Bruce McLaren projetou e fabricou o modelo M6GT. A morte prematura do fundador da marca em um acidente durante um teste em 1970 no circuito de Goodwood interrompeu as ambições da McLaren nessa direção, mas ainda havia oportunidades claras fora do automobilismo.

Mercedes SLR McLaren
Mercedes SLR McLaren
Foto: McLaren / Divulgação

Isso foi confirmado em 1993 com a chegada do McLaren F1, que foi por muitos anos o carro de produção mais rápido do mundo. Além da velocidade máxima de 386 km/h, ele também tinha como destaque um monocoque de fibra de carbono e assento do piloto em posição central. Em 2003, surgiu um terceiro projeto de carro de estrada, o Mercedes-Benz SLR McLaren. Um grand tourer com motor dianteiro central com chassi e carroceria de fibra de carbono. Sua chegada foi o ímpeto para o McLaren 12C, que foi anunciado em 2009.

Batizado inicialmente de McLaren MP4-12C, o esportivo era equipado com um motor 3.8 V8 biturbo de 625 cv. Um dos destaques do modelo era a estrutura leve e inteiriça de fibra de carbono, que contribui para o baixo peso de 1434 kg do esportivo. O projeto do 12C contou com a participação dos então pilotos da McLaren na Fórmula 1, Lewis Hamilton e Jenson Button. O modelo foi produzido até 2014 e contou com as opções Spider (conversível), cupê e a versão de pista 12C GT3, desenvolvida pela divisão McLaren Customer Racing.

McLaren 12C
McLaren 12C
Foto: McLaren / Divulgação

As entregas do McLaren 12C começaram em 2011, no novo Centro de Produção da McLaren em Woking (Reino Unido), local onde o supercarro - e todos os futuros carros de estrada da McLaren - são produzidos. Em 2013, a montadora lançou seu primeiro hipercarro híbrido, o McLaren P1, que tinha 916 cv e velocidade máxima de 350 km/h.

Em 2015, o P1 se tornou ainda mais radical em 2015 com a versão de pista GTR, que tinha 1.000 cv de potência. Em 2018, a montadora anunciou o McLaren Senna, uma homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna. Projetado para o uso em corridas, o esportivo de 825 cv na versão GTR é o carro McLaren mais rápido em pista com exceção dos modelos de Fórmula 1.

Mclaren P1
Mclaren P1
Foto: McLaren / Divulgação

Em 2019, foi a vez do McLaren Speedtail. Sua configuração de posição de direção central de três assentos e produção limitada a 106 unidades eram um tributo ao McLaren F1, enquanto a velocidade máxima de 402 km/h, o motor híbrido gasolina-elétrico e o formato futurista aerodinâmico o tornaram o mais rápido McLaren já produzido. Também em 2019, a McLaren lançou os modelos 600LT Spider, o novo GT e o McLaren Senna GTR. Ela também revelou o 620R e o McLaren Elva antes de lançar o 765LT no ano seguinte.

McLaren Senna
McLaren Senna
Foto: McLaren / Divulgação

Mais recentemente, a empresa revelou seu novo supercarro híbrido de alto desempenho, o McLaren Artura. O Artura é o primeiro McLaren a se beneficiar da McLaren Carbon Lightweight Architecture (MCLA). A nova estrutura foi desenvolvida e produzida no McLaren Composites Technology Center de Sheffield (Inglaterra), e lidera o futuro eletrificado da marca.

McLaren Speedtail
McLaren Speedtail
Foto: McLaren / Divulgação

Sob o capô, o novo McLaren Artura traz um conjunto formado por um motor V6 3.0 biturbo e um motor elétrico localizado na caixa de transmissão do modelo. Juntos, eles oferecem uma potência combinada de 680 cv e impressionantes 804 Nm de torque. O câmbio é sempre uma transmissão de dupla embreagem com oito marchas. O Artura acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3 segundos e atinge uma velocidade máxima de 330 km/h limitada eletronicamente.

McLaren 720S Spider
McLaren 720S Spider
Foto: McLaren / Divulgação

Os eventos de comemoração do aniversário da McLaren na Europa aconteceram nos autódromos de Goodwood, Silverstone (ambos na Inglaterra) e do Algarve, em Portugal, e reuniram os modelos de série produzidos pela McLaren e os carros especiais desenvolvidos pela McLaren Special Operations (MSO). Em novembro, acontecerá mais um Pure McLaren Festival no Circuito das Américas, em Austin (Texas), local que recebeu o Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1.

McLaren Artura
McLaren Artura
Foto: McLaren / Divulgação

Atualmente, a linha 2021 de carros de passeio da McLaren inclui o modelo GT, os supercarros Artura e 720S (mais o 765LT, produzido em número limitado de 765 unidades) e o Elva. No Brasil, a marca está presente desde 2018, representada pelo grupo UK Motors, que também é importador e representante oficial da Aston Martin no país.

McLaren: 10 anos de história
McLaren: 10 anos de história
Foto: McLaren / Divulgação
Guia do Carro
Publicidade
Publicidade