0

Ford confirma vinda dos SUVs Bronco e Bronco Sport em 2021

Presidente da Ford, Lyle Watters, confirma importação da nova família de SUVs, além do Mustang Mach 1, Ranger Black e Transit

1 dez 2020
16h26
atualizado às 17h34
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nova geração do Ford Bronco: três SUVs com propostas diferentes, chegando ao Brasil em 2021.
Nova geração do Ford Bronco: três SUVs com propostas diferentes, chegando ao Brasil em 2021.
Foto: Ford / Divulgação

A Ford vai lançar três novos veículos no Brasil em 2021: Bronco/Bronco Sport, Mustang Mach 1 e Transit. O anúncio foi feito nesta terça-feira (1º) por Lyle Watters, presidente da Ford na América do Sul, durante uma live de balanço das atividades deste ano e projeção para o próximo. Além desses três carros, a Ford também lançará a Ranger Black, uma versão da picape para uso urbano.

Watters não deu detalhes sobre os carros que serão importados pela Ford. O Mustang Mach 1 é uma edição especial limitada do cupê fastback. Ele retorna ao mercado 17 anos depois de ter sido aposentado nos EUA e chega ao Brasil pela primeira vez. Como o modelo original (de 1969), o novo Mach 1 faz uma ponte entre os Mustang GT e Shelby, trazendo motor 5.0 V8, aprimoramentos na aerodinâmica, na suspensão e no cockpit, além de visual exclusivo. Ele tem 480 cv e 569 Nm.

A novidade de maior impacto para a Ford será a vinda da nova família Bronco, lançada nos EUA em 2019. O Bronco é um autêntico off-road, com carroceria sobre chassi. O Bronco Sport é um SUV moderno, com carroceria monobloco. Os dois carros têm tração 4x4.

O Bronco tem versões 2-portas e 4-portas. Por ser um 4x4 por característica de off-road extremo, ele compete com o Jeep Wrangler. Já o Bronco Sport é o SUV dos novos tempos. O correto seria chamá-lo de crossover, mas o mercado e os consumidores preferiram o termo SUV para esses carros. Assim, o Bronco Sport, por ter tração integral, compete com o Jeep Compass Trailhawk.

Bronco Sport First Edition: único na cor laranja metálico (mas parece amarelo).
Bronco Sport First Edition: único na cor laranja metálico (mas parece amarelo).
Foto: Ford / Divulgação

O Bronco Sport tem duas opções de motor. O das versões de entrada é 1.5 EcoBoost de 184 cv de potência (6.000 rpm) e 258 Nm de torque (3.000 rpm). A outra opção é o 2.0 EcoBoost de 248 cv (5.500 rpm) e 372 Nm (3.000 rpm). Os dois motores são turbinados com injeção direta, mas o 1.5 tem três cilindros e o 2.0 tem quatro. Para o Brasil, é mais provável a vinda do 1.5 de 184 cv, pois o Jeep Compass mais potente (2.0 turbodiesel) tem 170 cv. O câmbio é manual de oito marchas com borboleta. O carro começou a ser produzido no México, o que permite à Ford trazê-lo sem pagar imposto de importação.

Já a Ranger Black será uma versão da picape para uso mais urbano, o presidente da Ford. Lyle Watters disse também que teve nesta terça uma reunião com o presidente da Argentina, Alberto Fernández , na qual confirmou investimentos de US$ 580 milhões na fábrica de General Pacheco para produzir a nova geração da Ranger, a partir de 2023.

Ford Transit: produção no Uruguai e importação para o Brasil.
Ford Transit: produção no Uruguai e importação para o Brasil.
Foto: Ford / Divulgação

Watters afirmou ainda que a Ford vai investir no furgão Transit -- líder global, com o 1º lugar na Europa e nos EUA --, que será produzido no Uruguai e importado para o Brasil em várias configurações. Na Europa, o Ford Transit estreou recentemente uma versão elétrica.

Apesar dos investimentos, a Ford traça um panorama econômico complexo para Brasil e Argentina na área de automóveis, com 2,5 milhões de unidades no Brasil e 400 mil na Argentina. “Continuaremos a enfrentar um ambiente difícil nos próximos anos”, disse Watters.

Portfólio global do Ford Transit.
Portfólio global do Ford Transit.
Foto: Ford / Divulgação

 

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade