PUBLICIDADE

Fiat Pulse parte de R$ 79.990; já dirigimos o inédito SUV

Conheça os preços do inédito Fiat Pulse, que estreia em 5 versões; já dirigimos a versão 1.0 turbo com 130 cv e câmbio CVT de 7 marchas

19 out 2021 19h07
| atualizado em 25/11/2021 às 19h22
ver comentários
Publicidade
Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

O Fiat Pulse, inédito SUV compacto fabricado em Betim (MG), finalmente foi lançado. O primeiro SUV da Fiat é, seguramente, o carro mais aguardado dos últimos seis anos. Desde que começou a “febre” de SUVs no Brasil, em 2015, espera-se um modelo da Fiat. A marca italiana, apesar de ser líder de mercado, foi a última das grandes montadoras a entrar no segmento.

O Fiat Pulse é um carro B-SUV (utilitário compacto). Nosso primeiro contato com o veículo aconteceu na semana passada, no Circuito Panamericano, campo de provas da Pirelli em Elias Fausto (SP). Na ocasião, tivemos oportunidade de dirigir o Pulse equipado com o inédito motor 1.0 turbo da nova família GSE da Stellantis, também fabricado em Betim.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

O Fiat Pulse tem cinco versões. Porém, duas versões são 1.3 aspiradas de 4 cilindros e três são 1.0 turbinadas de 3 cilindros. Há também opção de câmbio manual de 5 marchas e CVT de 7 marchas. O motor 1.3 aspirado tem 98/107 cv de potência (gasolina/etanol) e o motor 1.0 turbo tem 125/130 cv. Confira:

Pulse Drive 1.3 Flex MT - R$ 79.990
Pulse Drive 1.3 CVT - R$ 89.990
Pulse Drive T200 CVT - R$ 98.990
Pulse Audace T200 CVT - R$ 107.990
Pulse Impetus T200 CVT - R$ 115.990

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

As versões T200 têm esta nomenclatura porque o motor 1.3 é Turbo e tem 200 Nm de torque. Os nomes Audace para a versão intermediária e Impetus para topo de linha são exclusivos do Pulse. Esta também é a primeira vez que um carro da Fiat utiliza câmbio CVT (continuamente variável). Mesmo assim, o carro tem opção de trocas manuais pela alavanca e pela borboleta do volante, além de botão Sport, que dá um pouco mais de tempero na aceleração.

Uma rápida olhada no Pulse pode passar a impressão de que o carro não passa de um Argo elevado. Mas não. Apesar das semelhanças laterais, o Pulse inaugura inaugura uma nova plataforma na Fiat, a MLA (Modular Architecture). Em relação ao Argo, portanto, Fiat o Pulse tem a linha de carga reforçada, novos bancos e nova suspensão dianteira.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

Visualmente, o carro tem o capô elevado e a traseira em formato cupê. A grade dianteira é bem vertical. Os ângulos de ataque e de saída são próprios de um SUV: 20,5 graus na frente e 31,3 graus na traseira. O ângulo de transposição de rampa é de 21,3 graus. A distância para o solo é de 22,4 cm na parte central e de 19,6 cm abaixo dos eixos. São números interessantes para um SUV derivado de um hatch.

Por dentro, o Pulse é diferente de todos os outros Fiat. O volante de direção tem um desenho inédito, os porta-objetos (18 no total) tentam aproveitar os mínimos espaços do carro e o painel é dividido por um elemento que o designer Peter Fassbender chamou de “asa”. Essa asa (que pode mudar de cor dependendo da versão) tem um pequeno ângulo que permite deixar a multimídia flutuante e os controles de vários instrumentos todos juntos e voltados para o motorista. Nos 25,1 litros de porta-objetos há um espaço exclusivo para a chave presencial (muito útil, mas quase nunca oferecido por outros fabricantes). A tecla Sport para o câmbio fica no volante e tem a cor vermelha.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

O quadro de instrumentos da versão Impetus é totalmente digital e tem 7”. A multimídia (com conexão Android e Apple) pode ter 8,4” ou 10,1”. Ele também tem um alto nível de conectividade, que permite até mesmo a realização de compras dentro do carro (plataforma Cart, um app de celular que fica disponível na multimídia). O carro já vem com adesivo Connect Car instalado. 

O Fiat Pulse traz itens eletrônicos interessantes, como TC+ (que ajusta os parâmetros do controle de tração), frenagem automática de emergência, farol alto automático e alerta de mudança de faixa. Porém, somente os airbags frontais e laterais estão disponíveis (não há airbags de cortina para os passageiros traseiros). Em compensação, o carro adota uma solução de proteção a pedestres em caso de atropelamento. Segundo a Fiat, os airbags laterais protegem o tórax e a cabeça dos ocupantes dos bancos dianteiros.

Com 4,10 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,58 m de altura e 2,53 m de entre-eixos, o Fiat Pulse se posiciona entre o Volkswagen Nivus e o Nissan Kicks, que são seus principais concorrentes. O porta-malas oferece 370 litros de capacidade. O diâmetro de giro de 10,5 m é destaque na categoria.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

Durante nossas primeiras impressões ao dirigir, o carro se mostrou bastante capaz no circuito off-road leve. Na maioria dos casos, nem precisa do TC+, que pode ser acionado por um botão no teclado de controles que fica no centro do painel. O ajuste de profundidade do volante estará disponível somente na versão topo de linha. A posição de dirigir é bem elevada, mesmo quando o assento fica na posição mais baixa. Afinal, o carro é um SUV.

Na pista de asfalto, o motor 1.0 demonstrou um pequeno turbo lag (retardo na entrada do turbocompressor) nas ocasiões de “kick down”, quando o motorista pisa rapidamente até o fundo do pedal do acelerador. Esse retardo dura 1 segundo, mas nem é percebido em reacelerações menos impulsivas - isso porque o torque de 200 Nm está disponível a 1.700 rpm. Quando rodarmos com o carro no trânsito da cidade, certamente ele deve demonstrar boa desenvoltura nas retomadas de velocidade.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

O motor é moderno, com injeção direta de combustível e bloco 100% de alumínio. Por isso, o Fiat Pulse 1.0 turbo consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos (com a tecla Sport acionada). Com gasolina, o Pulse tem uma autonomia combinada (cidade/estrada) de 13 km/l, o que demonstra a eficiência do motor e a boa solução que foi adotar o câmbio CVT da Aisin.

Ainda na pista, o Fiat Pulse mostrou boa desenvoltura na prova de slalom e rolagem de 2,8 graus nas curvas, um número igual ou melhor do que alguns concorrentes. O torque vetorizado é um item importante na estabilidade do carro. Mas ainda não passamos pela utilização na vida real, na estrada, para sentir o comportamento dinâmico do Fiat Pulse em pisos que mudam de condição, em curvas mal projetadas e todo o tipo de situações que se apresentam aos motoristas brasileiros no dia a dia.

Fiat Pulse Impetus
Fiat Pulse Impetus
Foto: Stellantis / Divulgação

De uma maneira geral, nossas primeiras impressões com o Fiat Pulse 1.0 turbo foram positivas. O carro é bonito, tem opção de pintura bicolor em todas as versões e utiliza rodas de 16” e 17”. O Pulse foi 100% desenvolvido no Brasil e tem potencial para dar um impulso ainda maior à Fiat, que já é líder de mercado.

Para os revendedores e fãs da marca, a Fiat deveria ter lançado seu SUV em 2015, junto com o Jeep Renegade, ou em 2016, junto com o Jeep Compass. Porém, por uma questão estratégica, que era introduzir e sedimentar a marca Jeep no Brasil, a Fiat teve que esperar. Agora o Pulse está no mercado e a Fiat finalmente tem um SUV para chamar de seu. 

1 minuto com o Fiat Pulse Impetus, que custa R$ 115.990:

Os números do Pulse Turbo

  • Preço: R$ 98.990 (Drive)
  • Motor: 1.0 turbo flex
  • Potência: 130 cv a 5.750 rpm
  • Torque: 200 Nm a 1.700 rpm
  • Câmbio: 7 marchas CVT
  • Comprimento: 4,099 m 
  • Largura: 1,744 m 
  • Altura: 1,579 m
  • Entre-eixos: 2,532 m
  • Vão livre entre-eixos: 224 mm
  • Altura mínima do solo: 196 mm
  • Peso: 1.237 kg
  • Pneus: 205/50 R17
  • Porta-malas: 370 litros
  • Carga útil: 400 kg
  • Tanque: 47 litros
  • 0-100 km/h: 9s4
  • Velocidade máxima: 189 km/h
  • Consumo cidade: 12,0 km/l
  • Consumo estrada: 14,6 km/l
  • Emissão de CO2: n/d
Guia do Carro
Publicidade
Publicidade