4 eventos ao vivo

Efeito Ranger amplia liderança global de picapes da Ford

Quando o assunto é picape, a Ford continua no topo, graças à dobradinha da Série F e da Ranger, com recordes e crescimento

21 fev 2020
13h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
A picape Ranger teve bom crescimento de vendas depois das mudanças que estrearam na linha 2020.
A picape Ranger teve bom crescimento de vendas depois das mudanças que estrearam na linha 2020.
Foto: Ford / Divulgação

O mercado de picapes continua atraindo a atenção da indústria automobilística. Trata-se de um segmento muito lucrativo. Nas últimas semanas, duas novidades mostraram os desafios e as oportunidades presentes no mercado das picapes. De um lado, a Mercedes-Benz anunciou o fim da produção da picape Classe X, que estabeleceria um novo padrão ao segmento. De outro lado, a Peugeot anunciou esta semana a produção da novíssima picape Landtrek, que vai estrear no México e logo chegará ao Brasil. Mas a Ford ainda é a marca que reina no mundo das picapes.

Graças ao desempenho da nova Ranger, que teve um crescimento de 21% em 2019, a Ford ampliou sua liderança no mercado global de picapes. A dobradinha Série F/Ranger emplacou 1,44 milhão de unidades no ano passado. A Série F emplacou 1,070 milhão de unidades. A Ranger sozinha vendeu mais de 373 mil unidades no mundo. No Brasil, seu crescimento foi de 8%, com 22.228 unidades.

 “Em 2019, a Ranger foi a única entre as quatro líderes a ganhar participação no segmento, chegando a 16,8%”, diz Fabrizzia Borsari, gerente de Produto da Ford. “Além de consolidar a versão XLS como líder da faixa intermediária, ela duplicou o volume de vendas da topo de linha Limited e avançou em todos os índices de qualidade do produto e satisfação do cliente.”

Toyota Hilux: líder no mercado brasileiro e ainda distante da Ranger.
Toyota Hilux: líder no mercado brasileiro e ainda distante da Ranger.
Foto: Toyota / Divulgação

Apesar de seu crescimento, que a colocou num firme terceiro lugar, à frente das demais picapes médias, a Ranger está longe de ser rainha também no Brasil. A picape da Ford tem 10,5% de participação no mercado. A Toyota Hilux é a líder, com 19,1%, seguida da Chevrolet S10, com 15,2%. Todas elas perdem para a Fiat Toro, que é de outro segmento, mas também tem cabine dupla. Por isso, a Peugeot Landtrek tentará ganhar mercado utilizado alguns atributos da Toro. A Volkswagen em breve lançará sua anti-Toro, com o projeto Tarok.

Considerando a posição da Ranger em outros mercados, sua participação no mercado brasileiro ainda pode crescer. O Brasil está em quinto lugar entre os 190 mercados da Ford Ranger, atrás dos EUA, da Tailândia, da Austrália e da África do Sul. Atualmente, a Ranger vendida no Brasil oferece duas opções de motores Duratorq a diesel: o 3.2 de cinco cilindros (200 cv) e o 2.2 de quatro cilindros (160 cv).

Já a picape Ford Série F – que é bem maior – continua sendo um fenômeno de vendas. Em 2019, ela registrou vendas superiores a 1 milhão de unidades pelo terceiro ano seguido. Desde 2017, a Ford Série F é o segundo veículo mais vendido do mundo. Nos EUA – maior mercado global de picapes – a Série F foi a picape mais vendida pelo 43º ano consecutivo e o veículo mais vendido da indústria pelo 38º ano consecutivo.

Ford Série F: liderança histórica nos EUA, com 1,070 milhão de vendas em 2019.
Ford Série F: liderança histórica nos EUA, com 1,070 milhão de vendas em 2019.
Foto: Ford / Divulgação

 

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade