PUBLICIDADE

Chevrolet lança inédita S10 Z71 aventureira por R$ 260.490

GM aposta na Chevrolet S10 Z71 para diversificar público da picape, entrando na seara das rivais Ford Ranger Storm e Nissan Frontier Attack

26 out 2021 19h54
ver comentários
Publicidade
Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

A primeira das quatro novidades prometidas pela GM para este ano no mercado brasileiro foi apresentada na noite desta terça-feira (26). Trata-se da picape Chevrolet S10 Z71, uma inédita versão aventureira, com motor turbo diesel e tração 4x4, que chega com a missão de diversificar o público do modelo. Novidade no Brasil, a versão Z71 existe nos Estados Unidos há mais de 30 anos.

A nova S10 Z71 foi posicionada entre as versões LT e LTZ. Portanto, ela tem um nível de acabamento intermediário, pois o público deste segmento tem mais necessidade de equipamentos específicos do que de itens sofisticados (presentes nas versões LTZ e na High Country). A S10 Z71 é única - traz mais de 20 elementos de diferenciação em relação à LTZ.

Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

Com a chegada da versão Z71 aventureira, os preços da Chevrolet S10 Cabine Dupla com motor 2.8 ficaram assim:
High Couyntry - R$ 280.390
LTZ - R$ 270.990
Z71 - R$ 260.490
LT - R$ 248.990
LS - R$ 221.490

Visualmente, a nova S10 Z71 traz a grade frontal preta, com o nome “Chevrolet” ocupando quase toda a extremidade frontal. Assim como na High Country, o logotipo é deslocado para o lado esquerdo da grade, mas no caso da nova versão a marca que aparece é a “Z71” - a gravatinha da Chevrolet aparece somente na tampa traseira, e também escurecida.

Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

O preto está presente nas molduras dos faróis auxiliares, nas capas dos retrovisores, nas rodas, nos estribos, no rack de teto e no santantônio. A nova Chevrolet S10 Z71 tem faróis com máscara negra e molduras “flutuantes” nos paralamas. Os estribos e o santantônio são tubulares. A GM introduziu reforços extras na caçamba para facilitar a amarração na hora de transportar objetos grandes, como uma moto off-road, e para receber o santantônio estendido.

As rodas são de 18” e os pneus 265/60 exclusivos da Michelin (All-Terrain) utilizam compostos mais firmes, para caminhões. Os pneus contam com reforços laterais e têm 320 g extras de borracha. Embora beba da fonte da Z71 americana, a Z71 nacional tem características próprias para uso no Brasil. O revestimento, por exemplo, é facilmente lavável por causa da incidência de lama nos terrenos brasileiros.

Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

Chassi, suspensão e mecânica também foram reforçados na versão brasileira. Entre os itens modificados estão os oito coxins da cabine, que são mais rígidos para limitar sua movimentação sobre o chassi. Segundo a GM, o aço das longarinas do chassi também é mais rígido. Entre os itens off-road, além dos pneus, a Chevrolet S10 Z71 traz tração 4x4 com reduzida e controle de descida.

Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

O motor é o mesmo da S10 High Country, inclusive com a mesma calibração do turbo, para permitir melhor desempenho em relação às versões mais indicadas para o trabalho. O motor 2.8 da Chevrolet ganhou recentemente um redimensionamento da turbina e desenvolve 200 cv de potência (3.600 rpm) e 500 Nm de torque (2.000 rpm). O câmbio é automático de 6 marchas. O motor de 72 cv/l (potência específica) tem injeção direta de combustível e duplo comando de válvulas no cabeçote.

Com esta configuração, a S10 aventureira apresenta os mesmos números de performance da S10 High Country no asfalto: aceleração de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e autonomia de 8,3 km/l na cidade e de 10,6 km/l na estrada (números do Inmetro). O consumo rodoviário é de 9,4 l/100 km. O alcance é de 806 km.

Por dentro, a Chevrolet S10 Z71 traz bancos e volante de direção com revestimento premium, multimídia My Link com Android Auto e Apple CarPlay e 6 airbags de série. Segundo a GM, a rede Chevrolet - que já recebeu a nova S10 Z71 - tem uma extensa linha de acessórios para esta versão, incluindo um defletor que preenche o vão entre o estribo e soleira da base das portas, para impedir que o excesso de barro do assoalho passe para o degrau externo.

Chevrolet S10 Z71
Chevrolet S10 Z71
Foto: GM / Divulgação

“A marca S10 nunca foi tão forte como ela é hoje, com 26 anos de estrada”, disse Hermann Mahnke, diretor-executivo de Marketing GM América do Sul. Atualmente, a Chevrolet S10 disputa com a Toyota Hilux a liderança da categoria em outubro. Segundo Mahnke, o segmento C-Pick-up (picape média) responde por cerca de 6% do mercado brasileiro. O total de picapes, entretanto, supera 17%, um número muito maior do que a média mundial, que fica abaixo de 8%.

Oferecida em quatro opções de cores (Branco Summit, Prata Switchblade, Azul Eclipse e Cinza Topázio), a nova versão Z71 deverá responder por 10% do mix de vendas da Chevrolet S10. Segundo Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de Produto, a versão LTZ é a mais vendida com 30%, seguida da topo de linha High Country com 20%. Atualmente, a S10 foca principalmente nos clientes do agronegócio; com a Z71, começa a diversificar e ampliar seu público.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade