1 evento ao vivo

Audi vende carros esportivos como nunca no Brasil

Audi já vendeu mais carros esportivos (linhas R e RS) neste trimestre do que em todos os anos cheios em 27 anos da marca no Brasil

6 abr 2021
07h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Recorde em 27 anos no Brasil: Audi registra 273 esportivos comercializados no país durante o primeiro trimestre de 2021.
Recorde em 27 anos no Brasil: Audi registra 273 esportivos comercializados no país durante o primeiro trimestre de 2021.
Foto: Audi / Divulgação

A Audi acaba de atingir uma marca histórica no Brasil. No primeiro trimestre de 2021, a marca alemã registrou 273 unidades da linha Audi Sport vendidas no país. Esse número se destaca não só por superar todo o ano de 2020, como também qualquer ano cheio de vendas de modelos esportivos em quase 27 anos de história da Audi no país.

Em outras palavras: nunca se vendeu tanto Audi esportivo no Brasil como nos três primeiros meses deste ano. O recorde anterior havia sido registrado em 2018, quando 226 unidades foram licenciadas de janeiro a dezembro daquele ano. De acordo com a Audi, a renovação do portfólio iniciada em 2018 contribuiu para o crescimento das vendas de modelos esportivos mesmo em meio à pandemia de Covid-19.

“Nos últimos três anos fizemos a maior renovação tecnológica da história da marca no País. Foram 20 lançamentos até agora, dos quais nove são da linha R e RS. Mesmo em um período atípico em virtude da pandemia, encontramos um formato seguro para os clientes conhecerem nossos produtos e oferecemos personalização exclusiva, o que potencializou o interesse. Definitivamente a linha R e RS é um sucesso”, afirmou Daniel Rojas, responsável pela área de vendas da Audi no Brasil.

Audi RS Q3 foi o modelo esportivo mais vendido da marca no primeiro trimestre.
Audi RS Q3 foi o modelo esportivo mais vendido da marca no primeiro trimestre.
Foto: Christian Castanho / Audi / Divulgação

Durante o Salão do Automóvel de 2018, a Audi prometeu que traria 20 novos modelos ao Brasil, sendo nove deles esportivos. Somente no ano passado, a marca alemã iniciou as vendas dos modelos RS 4 Avant, RS 5 Sportback, RS 6 Avant, RS 7 Sportback, RS Q3, RS Q3 Sportback, RS Q8, TT RS e o superesportivo R8.

Este último, aliás, se destaca pelas quase infinitas possibilidades de personalização, com mais de 1,6 milhão de combinações possíveis. Segundo a Audi, os clientes podem configurar itens como cores externas, side blade, acabamento, capa do retrovisor, cor do logotipo da Audi, design de rodas, cor das pinças de freio, revestimento do teto e dos assentos. Os demais modelos também podem ser personalizados.

Os novos interessados em adquirir os modelos esportivos da marca podem configurar suas unidades no site oficial ou confirmar os pedidos nas concessionárias da Audi pelo Brasil. Das 273 unidades esportivas comercializadas de janeiro a março de 2021, os mais vendidos são RS Q3 Sportback, com 72, RS 6 Avant, com 49, TT RS Coupé, com 44 e RS Q8, com 34. No índice geral, a Audi registrou 1.457 emplacamentos nos três primeiros meses do ano.

Perua mais rápida do mundo, a Audi RS6 Avant custa R$ 871.990 e registrou 49 unidades vendidas em 2021.
Perua mais rápida do mundo, a Audi RS6 Avant custa R$ 871.990 e registrou 49 unidades vendidas em 2021.
Foto: Christian Castanho / Audi / Divulgação

Buscando aumentar ainda mais esse número em 2021, a Audi terá duas novidades elétricas para linha de esportivos este ano. Tratam-se do Audi RS e-tron GT e Audi e-tron S Sportback, sendo que o primeiro tem início de pré-venda programado para fim de abril. Atual vitrine da marca alemã, o Audi RS e-tron GT foi apresentado na Europa em fevereiro deste ano e conta com dois motores elétricos que oferecem até 646 cv em modo boost, e permitem uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 3,3 segundos.

Vendas de esportivos da Audi do Brasil nos últimos anos:
2018 - 226 unidades
2019 - 129 unidades
2020 - 144 unidades
2021 - 273 unidades (três meses).

Audi R8 é um carro exclusivíssimo e não aderiu à moda do turbocompressor.
Audi R8 é um carro exclusivíssimo e não aderiu à moda do turbocompressor.
Foto: Christian Castanho / Audi / Divulgação

Veja também:

Volkswagen Taos, o terror do Compass, está pronto!
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade