0

10 curiosidades sobre pneus que vale a pena você conhecer

Os pneus são responsáveis pela segurança, pelo consumo e pelo conforto do carro. Veja algumas curiosidades apresentadas pela Bridgestone

23 mai 2020
07h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O negro de fumo é responsável pela coloração preta do pneu. Antigamente os pneumáticos eram brancos.
O negro de fumo é responsável pela coloração preta do pneu. Antigamente os pneumáticos eram brancos.
Foto: Bridgestone / Divulgação

Pergunte a qualquer piloto de corridas a um bom motorista qual a importância dos pneus. Eles dirão que os pneus são pelo menos 25% na composição de um bom carro. Mas, embora seja um equipamento fundamental para o bom desempenho do veículo, nem sempre conhecemos bem, como usuários, o pneu. Pensando nisso, a Bridgestone, maior fabricante de pneus do mundo, compartilha a seguir dez curiosidades sobre a produção e funcionalidade dos pneumáticos.

1. Por que os pneus são feitos de borracha?

Esta matéria prima, proveniente das árvores seringueiras, suporta o desgaste do dia a dia, ao mesmo tempo em que oferece um alto nível de aderência, mesmo quando o piso se encontra molhado. Desde 2015, a Bridgestone também utiliza matéria prima alternativa para desenvolver pneus a base de guaiúle, um arbusto que cresce nas regiões áridas do México e no sul dos Estados Unidos.

2. Por que os pneus são pretos?

Durante a fabricação, é utilizado um composto especial chamado negro de fumo que, além de contribuir para a resistência da borracha ao desgaste, é responsável pela coloração preta do pneu, como conhecemos hoje. Vale lembrar que os pneumáticos já foram brancos -- a cor natural da borracha.

3. Por que os pneus apresentam diferentes desenhos na banda de rodagem?

Os sulcos ou ranhuras que a banda de rodagem apresenta são um importante fator para garantir o excelente desempenho do pneu. Eles são desenhados para melhorar a tração, prevenir derrapagens e drenar a água durante a condução em superfícies molhadas.

4. Do que são feitos os pneus?

No processo da fabricação do pneu, é utilizado principalmente os seguintes componentes. Óleo: atua como complemento para juntar a mistura dos compostos. Aço: forma parte da construção dos talões, que ajudam a promover estabilidade e rigidez à banda de rodagem, assim como prevenir furos e danos. Antioxidante: protege o pneu do envelhecimento por ozônio, calor ou flexão excessiva. Enxofre: ajuda a unir as moléculas de borracha durante o processo de vulcanização, contribuindo para a durabilidade do pneu. Borracha natural: proporciona ao pneu ótima resistência aos rasgos e baixa geração de calor. Borracha sintética: garante melhor tração e boa resistência ao desgaste. Algumas também apresentam baixa geração de calor. Negro de fumo: aumenta a resistência ao desgaste da borracha e protege o pneu dos raios ultravioleta. Poliéster e rayon: proporcionam elasticidade para suportar cargas pesadas e trazer conforto na condução, por sua alta resistência ao contato. Sílica: melhora o desempenho sobre superfícies molhadas, diminui a resistência ao rolamento e, em consequência, contribui para a eficiência no consumo de combustível

Os sulcos ou ranhuras que a banda de rodagem apresenta são um importante fator para garantir o excelente desempenho do pneu.
Os sulcos ou ranhuras que a banda de rodagem apresenta são um importante fator para garantir o excelente desempenho do pneu.
Foto: Bridgestone / Divulgação

5. Como devem ser lidas as especificações do pneu?

A medida do pneu é composta de uma série de números que indicam sua largura em milímetros, seguido da altura, o tipo de construção do pneu, seja radial ou diagonal, e o diâmetro do aro, em polegadas. Por exemplo: 195/60 R15 representa um pneu de 195 milímetros de largura, 60 de altura, construção Radial (R) e 15” de diâmetro de aro. 

6. Qual é o tamanho da área do pneu que toca o piso?

O pneu é a única parte do veículo que toca o solo. No caso de carros de passeio e SUVs, essa área é de cerca de um palmo.

7. Qual é a relação do pneu com o consumo de combustível?

Utilizar pneus apropriados, em bom estado e com a pressão correta de calibragem, reduz a resistência ao rolamento durante a condução, o que se traduz em um uma economia de energia e, portanto, de combustível. Em caso de mau uso, o consumo de combustível aumenta, o tempo de vida útil do pneu é reduzido e a probabilidade de desgastes irregulares é mais alta.

8. Quando a Bridgestone fabricou o seu primeiro pneu?

Em 9 de abril de 1930, desenvolvido pela divisão de pneus da empresa japonesa de meias Tabi. Isso ocorreu quase um ano antes do fundador Shojiro Ishibashi separar a divisão para criar a Bridgestone Tire Co. Ltd, em 1º de março de 1931.

9. Quanto mede o maior pneu do mundo?

O maior pneu do mundo, fabricado pela Bridgestone no Japão, tem 4,02 m de altura, 1,47 m de largura e pesa 5,75 toneladas.

10. Qual é o futuro dos pneus?

A Bridgestone investe continuamente em inovação, desenvolvendo soluções para a mobilidade em diversas áreas. Um exemplo é o pneu que será utilizado pela Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa (JAXA)  em sua missão à Lua, ou os pneus de tecnologia sem ar, que evitam o temido pneu furado.

 

Veja também:

Honda Civic 1.5 turbo é um devorador de estrada
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade