Caso Evandro: Justiça do Paraná anula condenações de acusados mais de 30 anos após crime

10 nov 2023 - 10h56
Compartilhar

Caso Evandro: Justiça do Paraná anula condenações de acusados mais de 30 anos após crime. A anulação das quatro condenações ligadas ao caso da morte do menino Evandro Ramos Caetano, de 6 anos, em Guaratuba, ocorreu nesta quinta-feira, 9. O caso, ocorrido em abril de 1992, teve repercussão nacional. O julgamento, realizado na 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça paranaense, durou cerca de quatro horas. Os magistrados decidiram pela absolvição de Beatriz Abagge, Davi dos Santos Soares, Osvaldo Marcineiro e Vicente de Paula Ferreira (morto em 2011), por 3 votos a 2. O pedido de revisão foi embasado em fitas de áudio que vieram à tona em 2021 e que revelam que os acusados foram torturados para fazerem uma falsa confissão. O tribunal reconheceu a tortura e a ausência de provas, absolveu os acusados e declarou o direito a uma indenização; não cabe recurso da decisão.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Seu Terra












Publicidade