2 eventos ao vivo

Yahoo teria analisado e-mail de usuários para vender anúncio

Reportagem do 'Wall Street Journal' mostra que dona do Yahoo Mail vasculha 200 milhões de caixas de e-mail para fornecer dicas para empresas

29 ago 2018
18h36
atualizado às 19h40
  • separator
  • comentários

Na última terça-feira (28), uma reportagem do jornal Wall Street Journal mostrou que o Yahoo está usando seu banco de dados proveniente do seu serviço de e-mail, o Yahoo Mail, para oferecer um novo serviço para empresas. A nova ferramenta dá dicas de comportamento dos usuários Yahoo e do que eles gostariam de consumir.

Segundo a reportagem, o serviço faz uma varredura na caixa de entrada de 200 milhões usuários do Yahoo Mail para saber o que os usuários estão planejando comprar ou fazer. Entre as informações oferecidas aos anunciantes está se o usuário viaja frequentemente e que tipo de produtos e em qual site ele compra.

Escritório da Yahoo nos Estados Unidos
Escritório da Yahoo nos Estados Unidos
Foto: Justin Sullivan / Getty Images

Desde então, usuários do mundo inteiro estão procurando formas de burlar essa coleta. A boa notícia é que já encontraram formas de impedir a varredura dos e-mails, pelo menos por enquanto. O site de tecnologia The Verge explicou que é possível se prevenir e até mesmo desativar a leitura feita pelo Yahoo.

Para isso é necessário desativar as opções de publicidade, contida na página "Gerenciador de Interesse de anúncios". Depois disso, é preciso clicar em "On Yahoo" e optar por desativar mais uma vez a opção de personalização com base em interesses.

Segundo o The Verge, para estar protegido é preciso desativar as duas opções. Caso contrário, o Yahoo ainda consegue examinar os e-mails, classificá-los por interesses e repassar aos anunciantes. O passo a passo manual também é exigido para os usuários do Yahoo Premium.

Veja também:

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade