10 eventos ao vivo

Spotify lança serviço em 85 novos mercados e alcança mais de 1 bilhão de pessoas

22 fev 2021
16h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Spotify afirmou nesta segunda-feira que vai quase dobrar sua presença global com o lançamento do serviço de streaming em 85 novos mercados nos próximos dias, alcançando mais de 1 bilhão de pessoas no mundo.

Silhueta de é refletida numa tela com logotipo do Spotify. 3/4/2018.  REUTERS/Lucas Jackson
Silhueta de é refletida numa tela com logotipo do Spotify. 3/4/2018. REUTERS/Lucas Jackson
Foto: Reuters

A companhia sueca, que começou suas operações mais de uma década atrás, está atualmente em 93 países e tem 345 milhões de usuários mensais ativos. A empresa vai ingressar em novos mercados na Ásia, África, Europa e América Latina.

"Juntos, estes mercados representam mais de 1 bilhão de pessoas e quase metade delas já usa internet", disse o vice-presidente de negócios premium da Spotify, Alex Norstrom.

Em apresentação online, a empresa anunciou novos recursos para artistas e ferramentas para anunciantes atingirem seu público de forma mais eficiente.

A companhia anunciou a criação de um marketplace de publicidade em podcast em que anunciantes podem comprar espaço em uma rede de podcasts independentes e mirar públicos que estejam dentro e fora do Spotify. A empresa tem hoje mais de 2,2 milhões de podcasts no serviço.

A Spotify anunciou também parceria com a AGBO, empresa liderada por Anthony e Joe Russo, que estão por trás de produções como "Avengers: Guerra Infinita", para uma múltipla série de podcasts. A companhia também assinou acordo com Warner Bros e DC.

A Spotify anunciou ainda o lançamento de um novo serviço de assinatura, o Spotify HiFi, em que assinantes em mercados selecionados poderão melhorar a qualidade sonora para nível disponível em CDs.

Veja também:

Por que o Facebook bloqueou conteúdos na Austrália?
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade