0

'Número três' do Facebook e chefe do WhatsApp deixam a empresa

Chris Cox e Chris Daniels eram dois dos principais nomes da rede social; saída pode estar relacionada à nova estratégia da empresa

14 mar 2019
18h52
  • separator
  • comentários

O Facebook anunciou hoje a saída de dois de seus excutivos mais importantes, Chris Cox, diretor de produtos e considerado o número três da companhia (abaixo apenas de Zuckerberg e de Sheryl Sandberg), e Chris Daniels, diretor de WhatsApp. A notícia foi revelada por Mark Zuckerberg aos outros funcionários por meio de um comunicado.

Chris Cox (esq.) decidiu deixar o Facebook após 13 anos
Chris Cox (esq.) decidiu deixar o Facebook após 13 anos
Foto: Facebook/Reprodução / Estadão

"Estou triste em compartilhar a notícia de que Chris Cox decidiu deixar a empresa. Eu e Chris trabalhamos juntos nossos produtos por mais de uma década e sempre vou agradecer sua empatia profunda pelas pessoas usandos os nossos serviços", diz parte do comunicado.

Cox está entre os primeiros 15 engenheiros da companhia e ajudou a criar recursos como o NewsFeed. Ele deixa a empresa após 13 anos, mesmo tendo sido apontado como possível sucessor de Zuckerberg no futuro. O ex-diretor também postou em seu perfil no Facebook sobre a saída, mas não revelou os motivos. Em seu texto, Zuckerberg afirma que já vinha discutindo a saída com Cox há algum tempo.

A saída está relacionada ao anúncio feito por Zuckerberg na semana passada, no qual revelou os planos para o futuro da empresa - entre eles o aumento no foco em serviços de mensagens criptografadas. Disse Zuckerberg: "Temos um plano claro para nossos apps, centrados em tornar mensagens privadas, stories e grupos a fundação da nossa experiência, incluindo a ativação de criptografia e interoperabilidade de nossos serviços. Ao embarcarmos nesse novo capítulo, Chris decidiu que era hora de deixar a liderança dessas equipes".

Cox construiu sua história ao criar o formato atual do Facebook, baseado numa plataforma de compartilhamento de conteúdo e numa linha do tempo. Sobre o assunto, ele também disse: "Como o Mark mostrou, estamos virando a página de nosso produto, focado em uma rede de messagens criptografadas e interoperáveis. É um produto afinado com os dias atuais: uma moderna plataforma de comunicação que equilibra expressão, segurança e privacidade. Será um grande projeto e precisaremos de líderes empolgados com a nova direção".

Chris Daniels, chefe do WhatsApp, também deixa a companhia pelos mesmos motivos. Os dois executivos também já têm substitutos, como revelou Zuckerberg. Fidji Simo, que liderava a divisão de vídeos, será o novo diretor de produto. Para a chefia do WhatsApp, foi promovido Will Cathcart, vice-presidente de gerência de produtos.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade