1 evento ao vivo

Facebook pode comprar app de localização Waze por US$ 1 bi

Aplicativo de geolocalização Waze é abastecido com informações do trânsito fornecidos pelos próprios usuários

9 mai 2013
07h40
atualizado às 08h25
  • separator
  • 0
  • comentários

O Facebook está em negociações avançadas para comprar a empresa israelense de navegação colaborativa Waze por entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão, publicou o diário de negócios Calcalist nesta quinta-feira.

No Waze, a atualização de mapas e informações em tempo real das condições de tráfego funciona em esquema crowdsourcing, alimentado pelos próprios usuários do app
No Waze, a atualização de mapas e informações em tempo real das condições de tráfego funciona em esquema crowdsourcing, alimentado pelos próprios usuários do app
Foto: Reprodução

A avaliação da empresa que criou um popular aplicativo de navegação colaborativa para dispositivos móveis como celulares inteligentes está sendo realizada após assinatura de um acordo entre as empresas, publicou o Calcalist. O jronal acrescentou que as negociações começaram há seis meses.

O aplicativo Waze usa sinais de satélite captados pelos smartphones de seus usuários para gerar mapas com informações de condições de tráfego. Os dados então são compartilhados com outros usuários, oferecendo informações sobre as condições do trânsito em tempo real.

Através de localização via GPS e mapas e rotas atualizados pelos usuários em tempo real, o app informa ao motorista informações relevantes na hora de se locomover como: condições de tráfego, acidentes, pontos de blitz policial, obras, etc. Também permite que os usuários compartilhem dados como fotos de determinada situação e personalizem suas próprias rotas.

Representantes da Waze não comentaram o assunto. Waze e Facebook se aliaram em outubro de 2012, quando a Waze lançou uma versão melhorada do aplicativo que permitiu aos usuários compartilharem informações de seu trajeto com amigos inscritos na rede social.

Se concluída, a negociação com a Waze será a terceira aquisição do Facebook em Israel. A rede social comprou a Snaptu em 2011 por US$ 70 milhões e o Face.com em 2012, por US$ 60 milhões.

No ano passado, a Waze triplicou sua base de usuários para 45 milhões e apenas em março o aplicativo recebeu 1,5 milhão de downloads, informou a Calcalist.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade