1 evento ao vivo

Microsoft lança smartphone Lumia com preço acessível

Lumia 830, apresentado numa feira na Alemanha, deve desafiar as concorrentes Apple e Samsung no mercado de smartphones

4 set 2014
12h20
atualizado às 15h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Microsoft apresentou os novos smartphones Nokia Lumia 830 (à esquerda) e 730 durante a feira de eletrônicos IFA, em Berlim, na Alemanha
Microsoft apresentou os novos smartphones Nokia Lumia 830 (à esquerda) e 730 durante a feira de eletrônicos IFA, em Berlim, na Alemanha
Foto: Markus Schreiber/AP

Na esteira da aquisição do negócio de dispositivos móveis da Nokia, a Microsoft revelou o primeiro de uma série de novos smartphones Lumia nesta quinta-feira, com preço definido para desafiar um mercado dominado pela líder em volume Samsung e pela Apple.

A Microsoft, que pagou 7,2 bilhões de euros neste ano para adquirir o negócio da Nokia, lançou na feira de aparelhos eletrônicos IFA, em Berlim, seu novo telefone "carro-chefe com preço acessível", o Lumia 830.

O novo Lumia será vendido por cerca de 330 euros (US$ 433) antes de impostos, ou 400 euros (US$ 525) no total.

Como esperado, a Microsoft também lançou um aparelho com câmera frontal de cinco megapixels chamado Lumia 735, apelidado como "celular dos selfies", após demonstrações internas para funcionários da Microsoft em julho. O aparelho tem uma lente angular para fotos em close de pequenos grupos de pessoas.

O Lumia 735 estará disponível globalmente neste mês por 219 euros antes de impostos ou subsídios, numa versão desenvolvida para as redes 4G. Um terceiro telefone, o Lumia 730, compatível com redes 3G, tem preço de 199 euros, excluindo impostos.

Os novos aparelhos elevam o segmento de ponta da linha Lumia, que tem sido frequentemente bem avaliada por especialistas em tecnologia, mas ainda precisa ganhar simpatia significativa de consumidores.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade