0

SoftBank espera falência de 15 empresas de fundo de US$ 100 bi, diz fundador

Segundo Masayoshi Son, o fundo é capaz de enfrentar uma possível recessão, mas acredita que algumas empresas não vão superar a crise

7 abr 2020
15h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O fundador e presidente executivo do SoftBank, Masayoshi Son, afirmou nesta segunda-feira, 6, que espera que pelo menos 15 empresas assistidas pelo Vision Fund declarem falência. O Vision Fund, fundo de US$ 100 bilhões, foi criado para investir em empresas de tecnologia em 2016 - além da japonesa, o fundo tem participantes como o fundo soberano da Arábia Saudita, a Qualcomm e a Apple.

Em entrevista à revista americana Forbes, Son declarou que o Vision Fund vai dar uma pausa nos investimentos para salvar empresas que possam quebrar durante a crise causada pela pandemia do coronavírus. Com os esforços, Son acredita que pelo menos outras 15 empresas, entre as 88 participantes do fundo, sejam bem sucedidas.

Son também mantém os planos de pagar seus parceiros mesmo com a crise cerca de US$ 150 bilhões, e ainda manter seus lucros. Entretanto, durante a pandemia, os valores de mercado tem caído mês a mês, o que dificulta para muitas startups continuarem sendo um negócio lucrativo.

Na última semana, o Softbank decidiu não comprar US$ 3 bilhões em ações da WeWork, justamente pela situação de mercado e por alegar que ela não cumpriu suas condições ao enfrentar investigações civis e criminais na empresa. Ainda assim, Son afirma que o fundo criado é capaz de enfrentar uma possível recessão causada pela pandemia de coronavírus.

Veja também:

Trump fecha ainda mais o cerco em cima da Huawei
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade