2 eventos ao vivo

IBM lança pacote de serviços para estimular IA em empresas

Companhias que contrataram o serviço do Watson Assistant poderão integrar bancos de dados na nuvem de qualquer origem a seus algoritmos

21 out 2019
16h21
  • separator
  • 0
  • comentários

A empresa americana de tecnologia IBM lançou, nesta segunda-feira (21), um pacote de novidades para os seus serviços voltados para o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) dentro das empresas. A plataforma modeladora de IA Watson - o principal produto da corporação de computação - receberá grande parte dos novos recursos.

Companhias que contrataram o serviço do Watson Assistant - que possibilita a criação de robôs atendentes, assim como de mecanismos de tradução de voz em texto - poderão integrar bancos de dados na nuvem de qualquer origem, seja público, privado ou misto, a seus algoritmos. Isso possibilitará uma maior infusão de dados para a programação de soluções tecnológicas.

A empresa americana de tecnologia IBM lançou, nesta segunda-feira (21), um pacote de novidades para os seus serviços voltados para o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) dentro das empresas
A empresa americana de tecnologia IBM lançou, nesta segunda-feira (21), um pacote de novidades para os seus serviços voltados para o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) dentro das empresas
Foto: Sergio Perez / Reuters

Além disso, agora o assistente da IBM também poderá identificar vozes em sua linguagem natural. A nova atualização da plataforma de IA traz para as equipes de desenvolvimento a capacidade de detectar nuances da fala do usuário e entendê-lo sem necessidade de uma conversação mais robótica e formal.

A IBM também lançou novidades para o Watson OpenScale - uma plataforma que monitora o desempenho de um algoritmo dentro de um produto. Agora, as equipes de ciência de dados poderão utilizar o recurso Drift Detection (Detecção de Deslize, em uma tradução livre) para identificar quando uma programação de software começar a desviar de seus parâmetros e propostas iniciais, como uma forma de refinar a automação de um processo. 

O diretor geral de Dados e Inteligência Artificial da IBM, Rob Thomas, celebra o lançamento das novidades. "Neste ano, conseguimos derrubar um de nossos maiores desafios para estimular o uso de IA na indústria: o vendor lock-in (em inglês, diz respeito a uma dependência de apenas um serviço de computação em nuvem para armazenamento de dados)", afirma. "Agora nossos clientes podem rodar o Watson em qualquer servidor na nuvem, abrindo oportunidades ainda não imaginadas."

O anúncio desses lançamentos foi feito um dia antes do evento IBM Data and IA, que ocorre em Miami, na Flórida (EUA), para discutir boas práticas e tendências dentro do universo de inteligência artificial e tratamento de dados. Clientes da empresa e líderes do desenvolvimento técnico de IA farão palestras na conferência.

Adoção na indústria

O mercado de inteligência artificial deve contribuir com US$ 15 trilhões até 2030 na economia global, conforme a consultoria Pwc previu. Tendo em vista essa perspectiva financeira, empresas têm incluído a IA em sua cadeia produtiva ou em seus processos. 

Do ano passado para cá, segundo o relatório "2019 CIO Agenda" da consultoria de tecnologia Gartner, o desenvolvimento da inteligência artificial dentro das empresas cresceu de 4% para 14%. 

Esse salto na adoção da tecnologia condiz com uma outra pesquisa, dessa vez do MIT Sloan Managemente Review em parceria com o Boston Consulting Group, de que 9 entre 10 dos líderes de tecnologia de empresas acreditam que a IA representa uma oportunidade de negócios.

A perspectiva é de que, com uma adoção cada vez mais frequente da inteligência artificial na indústria, o Produto Interno Bruto (PIB) de economias locais até 2030, de acordo com a Pwc. É o caso da China, que tem perspectiva de crescimento de 26% no seu PIB até a próxima década por conta da IA, e dos Estados Unidos, que deve ter um aumento de 14,5% no seu PIB.

*O repórter viajou a convite da IBM

Veja também

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade