2 eventos ao vivo

Microsoft se lança no mercado das pulseiras eletrônicas

30 out 2014
19h15
atualizado em 31/10/2014 às 20h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
El logo de Microsoft visto en sus oficinas en Bucharest. Imagen de archivo, 20 marzo, 2013.  Microsoft Corp lanzó un dispositivo llamado "Microsoft Band" que permitirá a los usuarios vigilar su estado físico y su régimen de ejercicios, marcando el debut de la mayor compañía mundial de software en el mercado de las prendas tecnológicas.
El logo de Microsoft visto en sus oficinas en Bucharest. Imagen de archivo, 20 marzo, 2013. Microsoft Corp lanzó un dispositivo llamado "Microsoft Band" que permitirá a los usuarios vigilar su estado físico y su régimen de ejercicios, marcando el debut de la mayor compañía mundial de software en el mercado de las prendas tecnológicas.
Foto: Bogdan Cristel / Reuters

O grupo de informática americano Microsoft lançou nesta quinta-feira, nos Estados Unidos, seu primeiro acessório especial: um bracelete com aplicativos destinados à saúde e à prática de atividades físicas.

A pulseira Microsoft Band foi concebida para ser usada durante todo o dia, detalhou o grupo em seu blog oficial. Tem dez sensores que permitem, entre outras coisas, controlar o ritmo cardíaco, a quantidade de calorias queimadas ou a qualidade do sonho.

O dispositivo, de US$ 199, também permite receber notificações de ligações e mensagens e é equipado com Cortana, um assistente pessoal com a qual a Microsoft espera rivalizar com a voz do Siri, da Apple.

Os acessórios eletrônicos "usáveis", como pulseiras, relógios ou óculos, são considerados por muitos analistas o próximo motor de crescimento no setor tecnológico e muitos grupos já se lançaram nesta área.

Concorrentes como Apple, Samsung, Asus e LG Electronics anunciaram recentemente seus próprios relógios ou braceletes interativos. No geral, destinam-se à "saúde digital", a nova moda da indústria da tecnologia.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade