0

Patente da Apple indica possível iWatch e medidor de peso

Usuário pode ler suas análises de treino físico no sensor ou relógio e métricas das atividades, diz documento

10 jun 2014
12h11
atualizado às 13h28
  • separator
  • 0
  • comentários

A Apple teve um pedido de patente aprovado pelo U.S. Patent and Trademark Office (USPTO – Escritório de Patentes dos Estados Unidos) para um sistema de análise de condição física e peso por meio de um sensor no tênis, com dados que podem ser vistos em um relógio inteligente da Apple, que poderá vir a ser o iWatch.

<p>Ecossitema passará informações do tênis para um visor que pode ser um relógio inteligente, smart watch</p>
Ecossitema passará informações do tênis para um visor que pode ser um relógio inteligente, smart watch
Foto: USPTO / Reprodução

O sensor na sola do tênis, com "sistema body-bar, avaliação da atividade sem unidade e métodos associados” da Apple, foi apresentado pela primeira vez em 2006. Nos anos seguintes, a Apple entrou com várias atualizações no documento, a última delas realizada em 24 de janeiro deste ano.

De acordo com o documento, o dispositivo em barra pode ser incorporado a sensores Hall, acelerômetros e seu próprio visor. De modo alternativo, o processamento de números e as informações exibidas podem visualizadas em um relógio sem fio. Além disso, o usuário pode ler suas análises de treino físico no sensor ou relógio e métricas das atividades.

<p>Ilustração mostra uma tela (display) que receberá as informações</p>
Ilustração mostra uma tela (display) que receberá as informações
Foto: USPTO / Reprodução

Ainda não há previsão para o lançamento do iWatch. Contudo, na semana passada durante a conferência de programadores da empresa, a WWDC, a Apple lançou o Healthkit e o aplicativo Health para iOS 8, que permite coletar dados de aparelhos externos, colocando a empresa de Tim Cook no mercado de saúde e bem-estar. 

Do “tijolão” ao smartphone: veja 40 anos de evolução Do “tijolão” ao smartphone: veja 40 anos de evolução

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade