0

Asus Zenfone 5 é ideal para o bolso físico e bancário

22 dez 2014
15h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O Asus Zenfone 5, smartphone lançado recentemente pela Asus no Brasil e que teve grande sucesso de vendas com 10 mil unidades sendo comercializadas no 1º dia, sendo mil na 1ª hora, tem como grande atrativo o preço.

Asus Zenfone 5
Asus Zenfone 5
Foto: Henrique Medeiros / Terra

Custando a partir R$ 599, o novo celular da companhia chinesa tenta “abocanhar” parte do mercado do Moto G, um dos aparelhos mais vendidos do País, embora não admita que pretenda tomar o espaço do rival.

A configuração é similar ao concorrente da Motorola. Muda no smartphone chinês a memória, que ganha mais 1 GB e chega a 2 GB de RAM, e o processador Intel 1.2 2x2 de 1.2 GHz Atom. A tela tenta remeter ao cinema com o formato widescreen (16:9) e a borda em preto fosco, reluzente, dá um diferente aspecto ao aparelho.

No entanto, a performance não é tão atrativa assim quando comparado ao seu rival - o Moto G - para rodar aplicativos de jogos de pesados, o smartphone da Asus deu umas “engasgadas” com aplicações pesadas e mesmo em uma de suas atualizações.

Ainda assim, ao rodar vídeos em alta resolução, 1280 x 720 pixels conseguiu reproduzí-los com uma boa disposição, devido aos seus 64 bits de barramento de memória de 2 GB de RAM - atualmente a maioria dos celulares possui barramento de 32 bits.

Um lado negativo é a bateria. Mesmo sendo um aparelho bem pesado (145 gramas), a bateria de 2.110 mAh não durou muito mais que um dia e meio nos testes.

Ele ainda tenta seguir o sistema de Android puro, que deixaria o aparelho mais rápido. Mas, a sua plataforma interna, Asus ZenUI, não agrada muito. De fato, ela lembra o Touch Wiz, usado pela Samsung em seus novos modelos de Galaxy que pouco atrai e muitas vezes, dificultam o usuário com excesso de informação na tela.

Resumo
O Asus Zenfone 5 é um smartphone barato. Se o Moto G é um aparelho para pessoas que não querem gastar muito com o celular, mas ainda sim querendo um produto barato, então o celular chinês deve ser levado em consideração.

Mesmo com uma performance um pouco pior em relação a outros aparelhos de sua faixa de preço, acima de R$ 500, o design e a qualidade para consumir conteúdo (áudio e vídeo) é relativamente boa.

Ainda pesa a favor dele, a facilidade para levar o Zenfone 5 no bolso, algo que poucas companhias pensam hoje, como a Motorola e a LG, e que ficou bastante evidente com o caso dos iPhones que dobram, embora não seja da mesma categoria de smartphone, high-end.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade