0

Trigg e Visa lançam pulseira de pagamentos que funciona como cartão de crédito

18 out 2017
17h13
  • separator
  • comentários

A Trigg, fintech que oferece cartão de crédito com cashback, se uniu à Visa para lançar uma pulseira de pagamentos que funciona como um cartão de crédito, compatível com as máquinas da Cielo, Getnet e Rede. Os pagamentos realizados pela pulseira são controlados inteiramente pelo aplicativo móvel da empresa.

pulseira de pagamento Trigg e Visa
pulseira de pagamento Trigg e Visa
Foto: Canaltech

O wearable usa a conexão NFC (Near Field Communication) para se conectar à máquina tradicional de cartões, bastando aproximar o pulso à maquininha para que o pagamento seja autorizado. Confeccionada em silicone elástico, a pulseira é à prova d'água e também pode ser usada durante a prática de esportes, incluindo mergulhos. Também é uma boa para ser usada em shows, deixando a carteira em casa.

A novidade inicialmente só poderá ser usada por usuários do cartão Trigg com a bandeira Visa e, para adquirir seu cartão, é só baixar o app da Trigg e realizar o cadastro. O vestível custa US$ 49,90 à vista, valor que pode ser parcelado em até duas vezes sem juros.

Para quem ainda está ressabiado com a tendência dos wearables de pagamentos, a pesquisa Contactless Payments: NFC Handsets, Wearables e Cartões de Pagamento 2017-2021 revelou que o segmento de pagamentos sem contato seguirá crescendo no mercado, sendo que, em 2019, poderá representar 80% das transações realizadas. O estudo prevê, ainda, que as transações sem contato via débito e crédito ultrapassarão os US$ 2 trilhões em todo o mundo até o ano de 2021.

O importante não é mais o cartão plástico, mas sim permitir que o consumidor escolha a melhor forma de fazer seus pagamentos, de acordo com a sua necessidade. Por isso, veremos cada vez mais soluções modernas e convenientes como a pulseira Trigg", declarou Eduardo Abreu, diretor executivo de Desenvolvimento de Negócios da Visa do Brasil. Atualmente, mais de 3 milhões de maquininhas já aceitam o pagamento via NFC no país.

Canaltech Canaltech

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade