4 eventos ao vivo

Apple vende 35,2 milhões de iPhones em 3 meses; receita sobe

Companhia teve receitas de US$ 37,4 bilhões no terceiro trimestre fiscal encerrado em 28 de junho

22 jul 2014
18h11
atualizado às 19h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Getty Images

A Apple divulgou nesta terça-feira um crescimento de 6% na receita trimestral, mas a receita subiu 28% na China, apesar da intensa competição em seu terceiro maior mercado.

As vendas de iPhones na China saltaram cerca de 48% e as vendas do computador Mac cresceram 39% no trimestre terminado em junho, disse o diretor financeiro, Luca Maestri, em entrevista.

A China é considerada crucial para as perspectivas de crescimento de longo prazo da Apple, disse Maestri. Os telefones de baixo custo vendidos lá por concorrentes como a Xiaomi parecem ter tirado participação de mercado de outras companhias que utilizam o Android, software móvel do Google, adicionou o executivo.

Tablets e smartphones
As vendas de iPhones geralmente caem nos trimestres antes do lançamento de um produto principal, como um novo iPhone. Mas a companhia divulgou vendas de 35,2 milhões de iPhones em um mercado de smartphones cada vez mais competitivo, 13% maior na comparação anual.

A fabricante do iPhone, que deriva principalmente de seus negócios de dispositivos móveis de alto padrão, divulgou vendas de US$ 37,4 bilhões no terceiro trimestre fiscal encerrado em junho, pouco abaixo das estimativas de Wall Street, de cerca de US$ 38 bilhões.

A companhia vendeu 35,2 milhões de iPhones, mas as vendas do iPad, de 13,3 milhões, ficaram abaixo das projeções de analistas, de mais de 14 milhões. O tablet tem sofrido pressão crescente por causa de concorrentes com Android.

O lucro líquido da Apple subiu 12,2%, para US$ 7,75 bilhões, ou US$ 1,28 por ação. O resultado superou expectativas de US$ 1,23 por ação e foi o melhor crescimento trimestral em sete trimestres.

Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade