PUBLICIDADE

Clima: calor ainda é intenso no Brasil e Região Sul terá muita chuva

Temperaturas acima de 40°C podem ocorrer nos estados dos do Sudeste, do Centro-Oeste e em parte do Nordeste

17 nov 2023 - 04h58
(atualizado às 07h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Climatempo

O ar muito quente que está sobre o Brasil estimula a formação de nuvens carregadas em todas as regiões, que provocam fortes pancadas de chuva e raios em muitos estados.

A presença de uma  baixa pressão atmosférica sobre o Paraguai, a persistência de ventos quentes e úmidos vindos do Norte para o Sul do Brasil formam grandes e fortes áreas de instabilidade sobre a Região Sul.

Onda de calor

Capitais mais quentes do Brasil em 16/11/2023

(leitura definitiva do Inmet)

Rio de Janeiro; 40,6°C (recorde de calor do ano)

Cuiabá/MT: 40,4°C 

(décimo primeiro dia consecutivo com temperatura igual ou acima de 40°C)

Goiânia/GO: 39.7°C (recorde de calor do ano)

Boa Vista/RR: 39,6°C

Teresina/PI: 38,9°C

Manaus/AM: 38,1

Maiores temperaturas no Brasil em 16/11/23

(compilação com dados do Instituto nacional de meteorologia)

Porto Murtinho/MS 43.4 °C

Corumbá/MS: 42,3°C

São Romão/MG 42.1 °C

Unaí/MG 42.0 °C

Aragarças/GO: 41,9°C

Arinos/MG: 41,5°C

Aquidauana/MS  41.3°C

Nhumirim/MS: 41,2°C

Previsão‌ do tempo para o Brasil -  17/11/2023 - sexta-feira 

Região Sul

O  tempo permanece muito instável no Sul do Brasil. Nuvens carregadas crescem sobre a Região e provocam chuva forte e volumosa. Nas últimas 48 horas, entre aproximadamente 3h30 do dia 15 e 3h30 do dia 17 de novembro choveu de 80 a quase 250 mm em áreas do sudoeste e sul do Paraná, no centro e oeste de Santa Catarina e no norte e noroeste do Rio Grande do Sul desencadeando novas ondas de enchente na bacia do rio Uruguai e do rio Caí (RS).

A presença de uma  baixa pressão atmosférica sobre o Paraguai, a persistência de ventos quentes e úmidos vindos do Norte para o Sul do Brasil e a tendência de circulação ciclônica de ventos em níveis altos e médios da atmosfera formam grandes e fortes áreas de instabilidade sobre a Região Sul.

Há risco de chuva forte e volumosa nos três estados. No centro-sul de Santa Catarina, no centro, norte, noroeste e nordeste do Rio Grande so Sul, chove em grande parte do dia e são as regiões que devem receber o maior volume de chuva. 

No sul e centro-leste do Rio Grande do Sul e nas demais áreas de Santa Catarina, o dia é com muitas nuvens e pancadas de chuva a qualquer hora, com possibilidade de períodos com sol.

No Paraná, o sol aparece forte e ocorrem pancadas de chuva com raios à tarde e à noite.

Curitiba é a capital mais quente no Sul.

Região Sudeste

O ar continua muito quente sobre o Sudeste e o excesso de calor estimula a formação de nuvens carregadas em muitas áreas da Região Sudeste, que provocam as pancadas de chuva.

Temperaturas em torno dos 40°C devem ocorrer em áreas e todos os estados. Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo estão entre as capitais mais quentes do país nesta sexta.

O norte do estado do Rio de Janeiro, o Espírito Santo e as regiões mineiras do Vale do Rio Doce e do Vale do Jequitinhonha terão mais um  dia com sol forte e sem chuva. 

Em todas as outras áreas de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e no estado de São Paulo, o sol aparece forte e ocorrem pancadas de chuva com raios à tarde e à noite. A chuva pode ser moderada a forte em pequenas áreas e com curta duração.

Região Centro-Oeste

O ar muito quente ainda é observado em toda a Região Centro-Oeste do país e estimulam a formação de nuvens carregadas em muitas áreas da Região. Temperaturas em torno dos 40°C ainda serão registradas em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e em Goiás.

Cuiabá, Goiânia e Campo Grande estão entre as capitais mais quentes.

O sol aparece forte ao longo do dia no Centro-Oeste, a nebulosidade aumenta durante o dia e algumas pancadas de chuva com raios ocorrem à tarde e à noite, em quase toda a Região. A chuva é de curta duração e em pequenas áreas. A fronteira de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul com a Bolívia e o Paraguai ficam sem chuva.

Não há expectativa de de chuva para a região do Pantanal, onde os focos de fogo continuam se espalhando. Deve chover no fim de semana.

Região Nordeste

A umidade tem aumentando sobre parte do Nordeste e nuvens carregadas voltam a se formar em alguns estados. Mas a maior parte da Região ainda é influenciada por ar seco, que inibe a ocorrência de chuva.  O calor é intenso no interior da Região e Teresina está entre as capitais mais quentes do país.

Todos os estados têm sol forte e temperaturas em torno dos 40°C em áreas do oeste da Bahia, interior do Maranhão e do Piauí e do sertão.

Chove de forma passageira pelo litoral desde Pernambuco ao Maranhão, no Recôncavo Baiano e no litoral de Sergipe. O interior do Maranhão, o norte, centro-sul do Piauí e o oeste da Bahia têm pancadas de chuva com raios à tarde e à noite, mas de forma isolada.

Região Norte

Nuvens carregadas crescem sobre quase toda a Região Norte devido ao predomínio de ar quente e úmido.

O tempo seco e o sol forte predominam na fronteira de Rondônia com a Bolívia, no Acre e no centro-sul do Amazonas.

Nas demais áreas da Região Norte, o sol aparece forte ao longo do dia e há condições para pancadas de chuva com raios à tarde e à noite, mas de forma isolada, em pequenas áreas. 

Maior risco de chuva forte no centro-sul e leste do Pará e no Tocantins. 

Manaus está entre as capitais mais quentes nesta sexta.

Alertas meteorológicos para  17/11/2023 - sexta-feira  

Atenção para chuva a moderada a forte nas capitais Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba São Paulo, Goiânia, Brasília, Palmas e Boa Vista

Aviso especial: perigo para temporais com chuva volumosa, com risco de ventania que pode superar 91 km/h no centro, oeste e no norte do Rio Grande do Sul, serra e sul de Santa Catarina.

Alerta para temporais com raios e rajadas de vento entre 71km/h e 90km/h no centro e leste de Santa Catarina, incluindo a Grande Florianópolis, no noroeste de Goiás, no sudoeste do Tocantins, extremo sul do Pará e nordeste de Mato Grosso

Atenção para chuva moderada forte com raios e rajadas de vento de 51km/h a 70 km/h no norte de Santa Catarina e Vale do Itajaí, no centro, sul e leste do Paraná, no centro, sul e leste de São Paulo, no Sul do Rio de Janeiro e Médio Paraíba (divisa de MG com RJ), na Zona da Mata Mineira e no Sul de Minas, no centro, norte e oeste de Goiás, no Distrito Federal, no centro, norte e no leste de Mato Grosso, no Tocantins, no centro-sul e leste do Pará, no norte de Roraima, no sul do Maranhão e extremo oeste da Bahia

Atenção para chuva moderada em Salvador e no Recôncavo Baiano

Atenção com o ar seco, com níveis de umidade entre 21% e 30% no centro, norte e leste de Minas Gerais (inclui Vale do Rio Doce e do Vale do Jequitinhonha), sul, centro e norte da Bahia,  centro-leste do Piauí, interior do Ceará, Sertão do Nordeste

Climatempo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade